"Foi um jogo equilibrado. As melhores ocasiões foram do FC Porto, mas não tivemos um momento de sorte para finalizar. Fizemos tudo para ganhar, tivemos uma boa atitude e fomos uma equipa colectivamente muito mais forte. É um sinal que dá confiança para os próximos jogos", afirmou Jesualdo Ferreira no 'flash-interview' após o encontro.

Realçando que os dragões defrontaram "a melhor equipa do futebol inglês", recheada de "jogadores com muita tarimba e experientes", Jesualdo Ferreira não deixou de se mostrar satisfeito com a actuação da sua formação: "Fica o registo em que fomos capazes de jogar taco a taco com o Chelsea. Apenas o resultado não corresponde... Temos de felicitar os jogadores e aproveitar o que conseguimos hoje."

Questionado sobre a escolha de Varela em detrimento de Hulk, o técnico portista frisou que lhe parecia "uma boa solução" perante um "jogo especial", no qual a sua equipa não arriscava "nada".

Relativamente à exibição de Belluschi, que foi um dos elementos em evidência na melhor fase portista, Jesualdo Ferreira disse que é preciso ter alguma paciência com o médio argentino: "Belluschi está a passar por um período de adaptação e isso demora tempo, são aspectos que não podemos ultrapassar."

Em conferência de imprensa, o técnico dos Dragões garante que o próximo embate em Madrid, contra o Atlético, para a Liga doss Campeões, "é para fazer um bom jogo e ganhá-lo".

"As nossas ambições sãos as mesma de sempre, ir o mais longe possível na Liga dos Campeões, visto já termos garantido o mais importante, que era chegar aos oitavos-de-final", realçou Jesualdo avisando que "no FC Porto ninguém aceita um resultado negativo, seja com que equipa for. É uma cultura do Porto".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.