O Bayern de Munique conquistou hoje pela sexta vez a Liga dos Campeões Europeus de futebol, ao vencer na final o Paris Saint-Germain por 1-0, em jogo disputado no estádio da Luz, em Lisboa.

No final da partida, Hans-Dieter Flick recordou a evolução dos bávaros desde que assumiu o comando técnico da equipa.

"Estou orgulhoso da minha equipa. Quando começámos em novembro [quando sucedeu a Niko Kovac], li nos jornais coisas como: 'Há mais respeito pelo Bayern, mais medo do Bayern'. O desenvolvimento da equipa nos últimos 10 meses tem sido sensacional. Usámos tudo o que estava ao nosso alcance, inclusivamente a suspensão pelo novo coronavírus", afirmou.

"O Paris Saint-Germain é muito forte ofensivamente, como vimos hoje, tiveram uma carreira incrível em toda a Liga dos Campeões, mas, mesmo assim, jogámos com ambição, classe, e acho que merecemos a vitória. Estava satisfeito com o desempenho do Coman, não achei que fosse um grande risco apostar nele. Estamos contentes por ter marcado o golo e orgulhosos por ter vencido a Liga dos Campeões. Gostava de ganhar o Mundial de Clubes", acrescentou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.