O avançado brasileiro do Zenit de São Petersburgo acredita que é possível seguir em frente na Liga dos Campeões apesar da derrota com o Benfica na primeira mão dos oitavos de final.

Em declarações à imprensa brasileira, o antigo jogador do FC Porto garantiu que os campeões russos vão dar tudo para conseguir melhorar a pálida imagem quem deixou no relvado do Estádio da Luz.

"O primeiro jogo foi difícil. Há dois meses que não jogávamos. Mas a derrota foi pela margem mínima, dá para reverter na nossa casa", afirmou Hulk à imprensa brasileira.

"Os nossos adeptos são fanáticos, empurram muito. Estás naquele frio, olhas para a bancada e vês pessoas a gritar sem camisa. São guerreiros. Assim tens a obrigação de correr a 130 km/h", acrescentou o internacional brasileiro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.