O treinador do Benfica reconheceu hoje a falta de “andamento” do Benfica e um penálti por assinalar a favor dos israelitas do Hapoel Telavive, após estreia vitoriosa em casa, por 2-0, no Grupo B da Liga dos Campeões de futebol.

“O Benfica teve sete jogadores no Campeonato do Mundo. Dois saíram e cinco são (habituais) titulares, que chegaram uma semana antes de o campeonato começar. O ‘andamento’ é completamente diferente porque têm menos quatro a cinco semanas de trabalho. O Benfica não está com o ‘andamento’ que estava no ano passado nesta altura”, admitiu Jorge Jesus.

“Ter marcado primeiro foi determinante e depois foi saber gerir o resultado enquanto o tempo ia passando. Há dois lances confusos. Um fora da área em que um adversário faz primeiro falta sobre o Fábio (Coentrão) e outro, com o Luisão, e aí se o arbitro quisesse marcar grande penalidade podia ter marcado, aceito. Porque é um lance duvidoso”, concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.