O Benfica voltou a vencer fora na Liga dos Campeões, algo que não acontecia desde 2007, Jorge Jesus estreou-se a pontuar fora nesta competição, mas tudo isso podia ter sido abrilhantado por uma exibição bem mais colorida. Perante um Otelul modesto, o Benfica sofreu desnecessariamente no final.

Primeira parte

Não foram preciso muitos minutos para perceber a diferença de qualidade existente entre o Otelul e o Benfica. Mesmo a jogar em casa, o Otelul fechou-se bem no seu meio-campo à espera do Benfica e quando podia, pode poucas vezes, explorava o contra-ataque.

O Benfica dominava, circulava a bola no meio-campo contrário, mas carecia de qualidade de passe no último terço do terreno, principalmente através de Saviola que esteve pouco assertivo.

O tempo passava, o Otelul não atacava e o Benfica não marcava. Perto da meia-hora, Jorge Jesus decidiu mudar a estratégia. O treinador fez descer Javi Garcia para o lado de Garay e Luisão, passando a jogar apenas com três defesas. Emerson e Maxi Pereira funcionavam, então, como médios.

Alteração feita e lá chegou o golo do Benfica aos 40’. Gaitán fez um belo passe para Bruno César e este entrou pela grande área, rematou e bateu o guarda-redes Grahovac. Resultado que se registou ao intervalo.

Segunda parte

Ao intervalo, Moteanau decidiu mexer na equipa, fazendo entrar Viglianti e lá chegou o primeiro remate do Otelul na partida (47').

O estranho não era a atitude do Otelul nesta segunda parte, mas a atitude do Benfica. A equipa portuguesa parecia satisfeita com a margem mínima e pouco fazia para resolver definitivamente o jogo.

Mesmo com as alterações levadas a cabo por Jorge Jesus – entradas de Nolito, Rodrigo e Ruben Amorim – pouco mudou o rumo do jogo.

Estranhamente foi o Otelul no final que esteve mais perto do empate do que o Benfica em aumentar a contagem. 

Apesar do susto nos últimos minutos, os encarnados venceram em Bucareste por 1-0 e somam agora quatro pontos no grupo C, ocupando o primeiro lugar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.