O SL Benfica garantiu a passagem aos quartos-de-final da Liga dos Campeões ao vencer o Zenit de São Petersburgo por 2-0, em jogo da segunda mão dos oitavos-de-final. 

Depois da derrota na Rússia por 3-2, a equipa de Jorge Jesus precisava de dar a volta à eliminatória no Estádio da Luz. Ao intervalo, o SL Benfica vencia por 1-0, depois de Maxi Pereira ter inaugurado o marcador aos 45'+1 do primeiro tempo, e já em cima do apito final, Nélson Oliveira confirmou a passagem aos quartos-de-final.

«O jogo correu-nos bem, do ponto de vista tático e estratégico. Sabíamos que íamos defrontar uma excelente equipa. Sabíamos que tínhamos de marcar primeiro, porque esta equipa, se marcasse primeiro, ao ter três jogadores de posse no meio campo, ia criar-nos grandes problemas. Sabíamos que podíamos surpreendê-los no contra golpe», começou por dizer Jorge Jesus no flashinterview da RTP.

«A entrada do Matic foi determinante para reforçar o corredor central. Estava à espera de uma saída forte da equipa», acrescentou o técnico português.

Sobre o próximo adversário do SL Benfica, que será conhecido a 16 de março, Jorge Jesus confessou que gostaria de defrontar uma equipa inglesa, o que implicaria jogar com o Chelsea, uma vez que o Arsenal foi eliminado pelo AC Milan esta noite.

«Não sei com quem [vamos jogar]. Gostava de apanhar uma equipa inglesa porque adaptamo-nos bem à forma dos ingleses jogarem. O Real Madrid não gostava, porque tem muitos portugueses e, se tivéssemos essa felicidade, gostava de os encontrar na final», referiu Jorge Jesus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.