O Leipzig efetuou hoje o último treino na Alemanha, antes de seguir viagem para Lisboa, e, depois para o Estoril, onde permanecerá num hotel e treinará com vista à Liga dos Campeões de futebol.

A equipa, treinada por Julian Nagelsmann, que na fase de grupos venceu o grupo do Benfica (terceiro) e ficou à frente do Lyon (segundo), e nos oitavos de final eliminou o Tottenham, seguiu na tarde de hoje para Lisboa, numa viagem de avião de pouco mais de quatro horas.

A ‘missão final’, frase escolhida pelo clube para a fase final da Liga dos Campeões em Lisboa, fará com que a equipa fique alojada num hotel no Estoril, a cinco minutos do local que será o campo de treinos, o Estádio António Coimbra da Mota.

Hoje, o clube relembra que os treinos serão no campo do Estoril Praia e que a ‘base’ da equipa na zona da linha dista pouco mais de 20 quilómetros dos estádios escolhidos para a ‘Champions’, o da Luz e o José Alvalade.

Na informação, o Leipzig indica também que são 23 os futebolistas que Nagelsmann traz a Lisboa, sem especificar nomes, num grupo em que o grande ausente será Timo Werner, transferido para o Chelsea, mas também Jakel, Ampadu ou Hannes Wolf, que deixaram o clube.

Os reforços Hee-chan Hwang, Benjamin Henrichs and Josep Martinez não são elegíveis para a Liga dos Campeões, mas viajaram com a equipa, “para darem apoio moral”, acrescenta o Leipzig,

Na sua página, o Leipzig revela também que o clube enviou previamente uma série de equipamento de logística para ajudar na permanência em Lisboa, desde material de treino, equipamento médico e alimentação.

Em plena crise da covid-19, não está esquecida a inclusão de 250 máscaras para a equipa.

O Leipzig defronta na quinta-feira o Atlético de Madrid no Estádio da Luz, a partir das 20:00, em jogo dos quartos de final da Liga dos Campeões.

Um jogo que o treinador dos alemães antevê de “paciência”, frente a um adversário compacto defensivamente, e que nas transições consegue criar perigo.

“Temos de ter isso em conta, não sofrer golos, sermos pacientes. No final, 1-0 pode ser suficiente”, disse Nagelsmann.

A ‘Champions’ de 2019/20 foi suspensa em março devido à covid-19 e reformulada para um regresso, com os quartos de final a decorrerem em campo neutro, em Lisboa, a um único jogo, com o Estádio da Luz e o Estádio José Alvalade a serem os palcos.

Dos jogos da segunda mão dos oitavos de final que ainda faltavam disputar, o Lyon, de Anthony Lopes, eliminou a Juventus, de Cristiano Ronaldo na sexta-feira, apesar do triunfo de 2-1 da equipa de Turim, que tinha perdido por 1-0 fora na primeira mão, e o Manchester City eliminou o Real Madrid, com novo 2-1.

Ainda hoje, o FC Barcelona recebe o Nápoles (1-1 na primeira mão) e o Bayern Munique o Chelsea (3-0 no primeiro jogo).

Com presença assegurada nos ‘quartos’, estão PSG, Atalanta, Manchester City, Lyon, Leipzig e Atlético de Madrid.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.