O Sporting foi derrotado em casa pelo Borussia Dortmund num dos jogos decisivos para a qualificação para a próxima fase da Liga dos Campeões. Aubameyang e Weigl marcaram para os alemães, Bruno César para a turma portuguesa. Os ‘leões’ apresentaram-se sem Jorge Jesus, que cumpriu o segundo jogo de castigo após a expulsão em Madrid, frente a uma formação germânica com nove jogadores lesionados.

Resumo

O jogo não começou bem para a equipa leonina. Aos 10 minutos Aubameyang fez o primeiro golo com um ‘chapéu’ sobre Rui Patrício depois de tirar Rúben Semedo do caminho. Demorou 30 minutos até o Sporting conseguir rematar pela primeira vez. Bas Dost respondeu ao cruzamento de Gelson, mas a bola foi para fora. O extremo leonino foi um dos mais inconformados com a desvantagem. Já perto do intervalo Julian Weigl fez o segundo golo do Borussia Dortmund com um grande remate de fora da grande área. Os dois tentos colocavam a nu as fragilidades do Sporting no meio-campo, onde só William Carvalho sobressaia.

No regresso após o intervalo, o Sporting voltou mais pressionante. A equipa portuguesa queria relançar o jogo e fez entrar Bruno César. O médio brasileiro acabou por ser feliz quando, após uma infantilidade da defesa germânica (atraso para as mãos do guarda-redes), reduziu de livre indireto dentro da grande área, após toque de William. Já com Joel Campbell e André em campo, a equipa portuguesa manteve-se à procura do empate, com o Dortmund a apostar no contra-ataque. A equipa alemã apercebeu-se do aumento de confiança do clube leonino e começou a apostar em táticas de queimar tempo. O guardião viu até o cartão amarelo por demorar a repor a bola em jogo. Até ao final, o Sporting tentou chegar à igualdade, mas não conseguiu fazer o segundo golo.

Com esta derrota as contas do Sporting complicaram-se bastante. Os ‘leões’ seguem com os mesmos três pontos do início desta ronda da fase de grupos da Liga dos Campeões. O embate com o Borussia Dortmund ganhava especial enfoque uma vez que são dois competidores diretos pelo lugar de acesso à próxima fase. Na próxima jornada está marcado novo encontro com a equipa germânica, mas no Signal Iduna Park, Alemanha.

Momento Chave

O jogo caminhava para o intervalo, numa altura em que o Sporting procurava reagir. Mas uma perda de bola de William e uma má abordagem de Elias deitaram tudo a perder Weigl pegou na bola, passou pelos dois médios e disparou de fora da área, batendo Patrício, aos 40 minutos. Um golo que acabou por ser decisivo já que deixava o Dortmund mais tranquilo e o Sporting mais pressionado, na busca de, pelo menos, o empate.

Os melhores

Apoio incessante por parte das duas claques. Nenhuma das equipas se pode queixar de falta de apoio durante os 90 minutos. A ‘guerra’ entre adeptos trouxe algum brilhantismo ao jogo entre as duas equipas.

Gelson Martins. Já começam a faltar palavras para descrever as exibições do jovem internacional português. Mais uma grande exibição cheia de entrega e devoção. Um perigo à solta em Alvalade.

Atitude do Sporting na segunda parte. Os ‘leões’ entraram a mostrar as garras e colocaram o Dortmund atrás das cordas. Apesar de todo o ímpeto, acabaram por não conseguir chegar ao empate.

Os piores

Bryan Ruiz- O costa-riquenho esteve muito abaixo daquilo que é capaz e do que já mostrou esta temporada e no passado. Embora muito bem marcado, o camisola 10 foi uma ‘carta fora do baralho’. Melhorou na segunda parte com o resto da equipa.

Lazar Markovic. O extremo sérvio não esteve bem durante todo o jogo. Na posição de segundo ponta de lança não foi solução para o ataque dos ‘leões’. Na saída de campo foi assobiado pelos adeptos leoninos.

Pirotecnia dos adeptos do Dortmund. Apesar de todos os avisos por parte da UEFA, os apoiantes da equipa germânica voltaram a quebrar as regras ao utilizar engenhos não autorizados pelo órgão que gere o futebol europeu.

Alemães a queimar tempo. Durante quase toda a segunda parte, foi uma constante do lado germânico. Por várias vezes, os jogadores de Thomas Tuchel demoraram eternidades a repor a bola em jogo.

Reações


Coates: "Empate seria o resultado mais justo"

Thomas Tuchel: "Tivemos sorte, mas porque trabalhámos para ela"

Jorge Jesus: "Faltou-nos alguma experiência de Champions"

Bruno César: "Temos de levar esta segunda parte para a Alemanha"

William Carvalho: "Tiveram duas oportunidades e marcaram dois golos"

Curiosidades


Dez jogos depois, o Sporting é derrotado novamente em Alvalade. A última derrota aconteceu frente ao Benfica (0-1) em março de 2016.

Foi o 5.º jogo consecutivo do Sporting sem vencer equipas alemãs (um empate, quatro derrotas): só venceu 2 vezes - 2014 Schalke 04 e 2009 Hertha Berlim (ambas em casa).

O Sporting nunca passou a fase de grupos da Liga dos Campeões com três ou menos pontos no final da 1.ª volta (2000/01, 2007/08, 2014/15 e 2016/17).

Em 25 jogos contra equipas alemãs o Sporting sofreu 50 golos, uma média de dois golos por jogo .

Pierre Aubameyang marcou o 9.º golo em 10 jogos pelo Dortmund esta época.

O Sporting soma três derrotas em 11 jogos, o que é o pior registo das últimas quatro épocas, ou seja, desde que Bruno Carvalho é presidente dos ´leões`.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.