Portugal tem em 2019/20 uma excelente oportunidade para recuperar o sexto lugar do ‘ranking’ da UEFA e voltar a ter, em 2021/22, seis equipas nas taças europeias de futebol, incluindo três, duas diretamente, na Liga dos Campeões.

A uma curta distância de 0,667 pontos (42,049 contra 42,716) da Rússia, atual sexta, que, na prática se traduzem em dois míseros triunfos, o futebol luso tem tudo para voltar a uma situação que não vive desde 2017/18.

O ‘ataque’ aos russos já começou, aliás, no ‘play-off’ da Liga Europa, com o Sporting de Braga a afastar o Spartak Moscovo, com dois triunfos (1-0 em casa e 2-1 fora), depois de o Arsenal Tula já ter ‘tombado’ na segunda pré-eliminatória.

Na terceira ronda preliminar da ‘Champions’, o FC Porto ainda ameaçou ‘complicar’, ao ser afastado inesperadamente pelo Krasnodar (1-0 fora e 2-3 em casa), mas as duas equipas acabaram na fase de grupos da Liga Europa.

Além de bracarenses e portistas, Portugal também terá na segunda competição da UEFA o Sporting, que teve entrada direta, e o Vitória de Guimarães, após eliminar três clubes, sendo que ainda há uma quinta equipa, o campeão Benfica, na ‘Champions’.

Por seu lado, os russos já tiveram duas baixas, contando, assim, quatro equipas, duas na Liga dos Campeões (Zenit, que competirá no grupo das ‘águias’, e Lokomotiv Moscovo) e outras tantas na Liga Europa (Krasnodar e CSKA Moscovo).

As formações lusas estão, assim, em maioria (cinco contra quatro), sendo que, para ajudar, todos os pontos que somarem (dois por vitória e um por empate) são divididos por cinco (0,4 por vitória e 0,2 por empate), enquanto os russos têm de dividir os seus por seis (0,333 por triunfo e 0,166 por igualdade).

Portugal, que já sabe que em 2020/21 (sétimo nas contas entre 2014/15 a 2018/19) manterá a situação atual, com apenas uma equipa com entrada direta na ‘Champions’, está, assim, bem lançado para acabar a presente temporada no sexto posto.

Quanto às outras posições mais próximas, o quinto posto, ocupado pela França, está muito longe, já que os gauleses somam 50,248 pontos, enquanto a oitava colocada, a Bélgica, não é ameaça a Portugal e Rússia, pois contabiliza apenas 33,700.

Nos primeiros quatro lugares seguem Espanha (primeira, com 86,426), Inglaterra (segunda, com 75,033), Alemanha (terceira, com 59,070) e Itália (quarta, com 58,510).

*Notícia originalmente publicada a 14 de setembro de 2019

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.