José Mourinho garante que o Real Madrid vai na entrar em campo na quarta-feira para marcar mais ao Tottenham, não descansando sobre o resultado da primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol.

Na conferência de imprensa antevisão do jogo, a disputar em Londres, Mourinho apresentou-se descontraído e sem mostrar grandes reservas, assegurando que o Real não vai «jogar para segurar a vantagem», mesmo tendo já no horizonte dois jogos contra o FC Barcelona.

«Penso que cinco golos não são suficientes para o Tottenham nos derrotar, porque estamos aqui para marcar golos», sublinhou, quando se referia à vantagem de 4-0 trazida do jogo da primeira mão, disputado em Madrid.

Sobre a equipa que vai entrar em campo, disse ser «muito fácil adivinhá-la», bastando ver quem esteve de início no banco de suplentes no jogo contra o Athletic de Bilbau: Xabi, Marcelo, Cristiano Ronaldo, Adebayor e Ricardo Carvalho.

«Para este tipo de jogo, Pepe também poderia ser uma opção, e Kaká também», vincou ainda. «Ao mesmo tempo, poderia deixar de fora jogadores já com muitos minutos, para descansarem».

Por outro lado, não vai poupar jogadores só porque estão a um amarelo da suspensão, como é o caso de Ángel di María, Raúl Albiol, Sergio Ramos, Ricardo Carvalho e Cristiano Ronaldo.

«Sabemos que é uma situação complicada, os jogadores têm de ser inteligentes e saber qual é a sua situação», acrescentou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.