O treinador José Mourinho revelou hoje a sua ambição em juntar a conquista do seu terceiro título de campeão da Europa com o 10.º triunfo do Real Madrid na mais importante prova mundial de clubes.

“O Real Madrid quer tanto a décima como eu a terceira. Não me parece que seja diferente. Mas sabem, tal como eu, que é muito difícil consegui-lo. Há um grupo de sete ou oito equipas que podem ganhar, com estrutura para o conseguir”, vincou o técnico campeão europeu pelo FC Porto (2004) e Inter (2010).

José Mourinho lembrou que esta é apenas a primeira época em que trabalha com este grupo de futebolistas, defendendo que o mais importante, para já, é passar a fase de grupos: “Se o fizermos neste período difícil e chegarmos aos oitavos-de-final, seremos muito mais fortes do que actualmente. Por isso, o nosso desafio é qualificar-nos”.

“A Liga dos Campeões é a competição que todos querem ganhar. É a mais difícil. Não se pode comparar com um campeonato do Mundo, porque as equipas são mais ‘equipas’ do que as selecções. É um nível de qualidade incrível, por isso é o máximo para qualquer clube ganhar”, vincou.

Para atingir o máximo, a equipa precisa do apoio dos adeptos, algo que Cristiano Ronaldo pediu esta semana, desafiando-os a gastar tantas energias a animar os atletas como a que despendem a assobiá-los, como aconteceu frente ao Osasuna.

“Quem paga pode fazer o que quiser. Quem trabalha num clube como o Real Madrid tem de trabalhar e aceitá-lo. Quem está há algum tempo no futebol como eu, nada surpreende, entende tudo sem qualquer problema”, desvalorizou.

Cristiano Ronaldo também falou no “feeling” de que o Real Madrid vai conquistar um título importante este ano, mas Mourinho preferiu destacar a “confiança” no seu trabalho e na equipa que trabalha consigo, “principalmente os jogadores”.

“Tenho fé. Acredito que vamos ganhar, pois confio no meu trabalho e no dos jogadores. Depois o Real Madrid tem uma história na Liga dos Campeões e eu também tenho. Se as juntarmos, é normal que tenhamos sensações positivas”, concluiu.

Para a estreia na Liga dos Campeões, frente ao Ajax, José Mourinho convocou todos os atletas disponíveis, pois não pode contar com Kaká, Gago, Albiol e Ezequiel Garay.

A lista inclui os nomes de Iker Casillas, Dudek, Adán, Carvalho, Pepe, Sergio Ramos, Mahamadou Diarra, Cristiano Ronaldo, Karim Benzema, Lass, Esteban Granero, Marcelo, Xabi Alonso, Mateos, Sergio Canales, Álvaro Arbeloa, Gonzalo Higuain, Pedro León, Ángel Di María, Mesut Ozil e Sami Khedira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.