O Real Madrid, liderado por Cristiano Ronaldo, tenta alargar hoje para 12.ª o seu recorde de taças dos campeões europeus de futebol, numa final frente à Juventus, que tenta evitar subir o seu recorde de finais perdidas.

Em Cardiff, no estádio nacional do País de Gales, o Real Madrid vai tentar acabar com a ‘maldição’ dos detentores do título na ‘era Champions’, precisando de bater a Juventus para se tornar a primeira equipa a revalidar o título europeu de futebol desde 1989/90.

Depois dos cetros consecutivos do AC Milan, em 1989 e 1990, o segundo após uma final com o Benfica (1-0), nenhuma equipa logrou o ‘bis’, sendo que os ‘merengues’, que contam nas suas fileiras ainda com Pepe e Fábio Coentrão, voltam a ter nova chance.

Esta será também a oportunidade de Cristiano Ronaldo pelo menos igualar os três golos de Eusébio em finais da principal prova europeia de clubes.

O internacional português vai disputar a sua quinta final da ‘Champions’, tendo anotado dois golos nas finais anteriores, um frente ao Chelsea, ao serviço do Manchester United, em 2008/2009, e outro já ao serviço dos ‘merengues’, frente ao Atlético de Madrid, na final de 2013/2014, em Lisboa.

Enquanto o Real Madrid tenta alargar o seu recorde de conquistas para 12 na sua 16.ª final, a Juventus é a recordista de finais perdidas com seis, pelo que tenta evitar subir esse recorde negativo e chegar ao terceiro triunfo.

O encontro de Cardiff está agendado para as 19:45 em Lisboa e vai ser dirigido pelo alemão Felix Brych.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.