Carlo Ancelotti não ganhou para o susto. O treinador do Real Madrid viu a sua equipa estar à beira da eliminação frente ao Borussia Dortmund, depois de uma primeira parte cinzenta, que coincidiu com o melhor período do Borussia Dortmund no jogo. O treinador teve de fazer correções e mexidas para salvar a equipa de uma vergonha eliminação.

"Vimos jogar na primeira parte e deixamos a eliminatória em aberto. O futebol é assim. Sofremos mas passámos. Na primeira parte a equipa esteve lenta, cometeu erros e faltou-lhe confiança depois do penálti falhado. Depois, passámos por um pouco de medo. A primeira parte foi muito difícil. Ao intervalo tentámos animar a equipa e na segunda parte pusemos Bale na direita e Isco na esquerda e tudo correu melhor", afirmou Ancelotti, na conferência de imprensa após a derrota por 2-0 com o Dortmund.

Os merengues até estavam a aguentar bem a pressão dos alemães mas tudo mudou com o penálti falhado por Di Maria aos 17 minutos.

"A chave do jogo era o penálti. Se tivéssemos marcado, tinha acabado a eliminatória. Assim, demos ânimo à equipa adversária", afirmou Ancelotti.

O Borussia Dortmund venceu o Real Madrid por 2-0, em jogo da 2.ª mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões. Na primeira mão os merengues tinham ganho por 3-0.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.