Renato Sanches agradeceu aos adeptos do Benfica os aplausos que recebeu após marcar o segundo golo do Bayern de Munique no triunfo sobre os 'encarnados' por 2-0 e explicou porque é que não festejou o golo.

Orgulho no presente e no passado benfiquista: "Para mim é um grande orgulho representar o Bayern Munique como foi fazê-lo no Benfica. Porque joguei quase dez anos cá e é o clube do meu coração. Foi um momento muito agradável para mim e para a minha família estar neste jogo da Liga dos Campeões contra o Benfica. Mas o mais importante foi vencer."

Agradecimento aos adeptos benfiquistas: "Eu não sou um adepto, faço parte da família do Benfica e é assim que eles me tratam. Agradeço muito todo este apoio que me dão e têm dado ao longo de todos estes anos."

Eleito Melhor Jogador em Campo: "Tenho vindo a trabalhar bem e estou contente por ter sido o melhor em campo, mas ainda tenho de trabalhar muito."

Favoritismo e dificuldade da competição: "Todos os jogos vão ser difíceis, é a Liga dos Campeões, por isso temos de continuar a trabalhar e a fazer o nosso melhor."

O Benfica perdeu esta quarta-feira em casa com o Bayern Munique, por 2-0, em jogo da primeira jornada do Grupo E da Liga dos Campeões de futebol.

Os golos dos bávaros foram apontados pelo polaco Robert Lewandowski (10 minutos) e pelo português Renato Sanches (54), que se estreou a marcar pelo campeão alemão, para o qual se transferiu do Benfica em 2016/17.

O Ajax lidera o grupo, a par com o Bayern, depois de ter vencido em casa o AEK Atenas, por 3-0.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.