Em Nou Camp, Ryazantsev "gelou" o publico catalão, logo aos três minutos, com uma "bomba" a mais de 30 metros da baliza, que não deu hipóteses de defesa a um perplexo Victor Valdes.

Os actuais detentores do título chegaram à igualdade no início da segunda parte, através de Ibrahimovic, após boa assistência de Xavi, mas os campeões russos, numa altura que o FC Barcelona parecia estar perto de chegar à vantagem, voltaram a surpreender, desta vez num veloz contra-ataque, concretizado por Karadeniz, aos 73 minutos.

Até final, os catalães ainda viram dois remates embater nos postes da baliza da formação de Leste mas não conseguiram fugir ao primeiro desaire no 13º encontro disputado esta temporada.

Apesar do resultado negativo, o FC Barcelona manteve a liderança do Grupo F, com quatro pontos, mas agora na companhia do Rubin Kazan e do Dínamo Kiev, que foi a Milão fazer vida negra (2-2) a José Mourinho, que agora é último classificado, com três.

No Guiseppe Meazza, os campeões ucranianos inauguraram o marcador aos cinco minutos, por Michalik, depois de um erro da defensiva do Inter de Milão, mas Stankovic repôs a igualdade, aos 35.

Ainda antes do intervalo, Lúcio, numa noite azarada, marcou na própria baliza, mas no arranque do segundo tempo o argentino Walter Samuel voltou a empatar o encontro, e fez o resultado final, após a marcação de um canto.

No Grupo E, o Liverpool foi surpreendido em Anfield Road pelo Lyon, por 2-1, com o argentino César Delgado a marcar o golo do triunfo gaulês já nos minutos finais.

O israelita Benayoun colocou os ingleses em vantagem, aos 41 minutos, Gonalons repôs a igualdade, antes de Delgado "gelar" Anfield Road, numa derrota que coloca o espanhol Rafa Benitez em "maus lençóis" no comando técnico dos "reds".

Mesmo assim, o Liverpool ocupa a segunda posição da "poule", com seis pontos, e tem três de vantagem sobre a Fiorentina, terceiro classificado, enquanto o Lyon assumiu a liderança isolado, com nove.

A equipa de Florença, "carrasco" do Sporting no playoff de acesso à "Champions", somou a primeira vitória na competição, ao bater, na Hungria, o Debrecen, por 4-3, com o romeno Adrian Mutu em destaque, ao assinar dois golos.

No Grupo G, o Sevilha ficou mais perto do oitavos-de-final, com a terceira vitória em tantos jogos, desta vez no terreno do Estugarda, por 3-1.

O defesa Squillaci, com golos aos 23 e 72 minutos, foi a grande figura dos espanhóis, que chegaram a estar a vencer por 3-0, depois do tento de Jesus Navas (55), mas o Estugarda ainda alcançou o tento de honra, por Elson (74).

Com este triunfo, o Sevilha reforçou a liderança da "poule", agora com cinco pontos de vantagem sobre os romenos do Unirea Urziceni, que golearam o Glasgow Rangers, por 4-1.

Em Ibrox, Ricardo Vilana colocou os escoceses na frente, com um auto-golo aos dois minutos, num lance que começou num remate do português Pedro Mendes, mas os campeões romenos igualaram o encontro, antes do intervalo, e construíram a goleada no segundo tempo, com destaque para o tento de outro jogador luso em campo, Bruno Fernandes, aos 49 minutos.

No Grupo H, o Arsenal manteve a liderança, mas agora com apenas um ponto de vantagem sobre o Olympiacos, com um empate (1-1) no terreno do AZ Alkmaar.

O espanhol Fabregas deu vantagem aos "gunners", aos 36 minutos, mas Mendes, no último minuto do encontro, "roubou" o triunfo aos ingleses, que assim viram o Olympiacos aproximar-se no segundo lugar, após um triunfo sobre o Standard Liege, por 2-1.

- Grupo E:

Debrecen, Hun - Fiorentina, Ita, 3-4.

Liverpool, Ing - Lyon, Fra, 1-2.

- Grupo F:

Barcelona, Esp - Rubin Kazan, Rus, 1-2.

Inter de Milão, Ita - Dínamo Kiev, Ucr, 2-2.

- Grupo G:

Glasgow Rangers, Esc - Unirea Urziceni, Rom, 1-4

Estugarda, Ale - Sevilha, Esp, 1-3

- Grupo H:

AZ Alkmaar, Hol - Arsenal, Ing, 1-1

Olympiakos, Gre - Standard Liege, Bel, 2-1.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.