Mais um recorde para Cristiano Ronaldo na Liga dos Campeões. O internacional português alinhou de início na visita do Manchester United ao Young Boys, da Suíça, na partida que abre a fase de grupos da prova nesta temporada, e igualou assim Iker Casillas, antigo guarda-redes do FC Porto e do Real Madrid, como o jogador com mais partidas disputadas na 'Liga milionária'.

O goleador português chega aos 177 jogos na prova, divididos por 18 temporadas, tantos como os disputados pelo antigo guardião espanhol, de quem foi colega em Madrid.

Assim, para além de liderar a lista de melhores marcadores da história da Liga dos Campeões, Ronaldo passará a figurar também no topo da lista de jogadores com mais encontros disputados.

Os jogos de Ronaldo na competição (contando apenas partidas da fase de grupos à final) dividem-se pelo Real Madrid (101 jogos), pelo Manchester United (vão agora passar a ser 53) e pela Juventus (por quem jogou por 23 vezes na principal competição europeia de clubes).

Além desses 177 jogos, Ronaldo disputou ainda mais quatro partidas em pré-eliminatórias da Champions: uma pelo Sporitng e três pelo United.

Ronaldo, que em títulos na principal prova de clubes só perde para o mítico espanhol Frâncico ‘Paco’ Gento ((1955/56 a 1959/60 e 1965/66, pelo Real Madrid), é também o ‘rei’ neste capítulo na ‘era Champions’, com cinco.

O jogador nascido na Madeira em 05 de fevereiro de 1985 arrebatou quatro troféus pelo Real Madrid, em 2013/14, 2015/16, 2016/17 e 2017/18, após um na primeira passagem pelo Manchester United, em 2007/08.

Cristiano Ronaldo é também o jogador que mais vezes acabou a época como melhor marcador, num total de sete (2007/08 e 2012/13 a 2017/18), em 2014/15 a par de Neymar e de Messi, que soma seis ‘títulos’, cinco vezes deles a solo (2008/09 a 2011/12 e 2018/19).

O português ostenta ainda o recorde de golos numa época, com os 17 de 2013/14, e a segunda melhor marca de sempre, os 16 de 2015/16. A terceira, os 15 de 2017/18, comparte com o polaco Robert Lewandowski, que igualou o registo em 2019/20.

O que Cristiano Ronaldo ainda não conseguiu, ao contrário de Messi e Luiz Adriano, foi marcar cinco golos num encontro: o argentino logrou-o em 07 de março de 2012, num 7-1 ao Bayer Leverkusen, e o brasileiro em 21 de outubro de 2014, com dois penáltis, no 7-0 no Shakhtar Donetsk no reduto do BATE Borisov.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto