Rui Vitória mostrou-se agradado com a exibição do Benfica na Turquia que culminou com a passagem dos 'encarnados' ao 'play-off' da Liga dos Campeões, depois de terem eliminado o Fenerbahçe.

Jogo com contrariedades: "A equipa teve grande capacidade de superação. Apanhámos uma das equipas mais fortes destas pré-eliminatórias. Sabíamos que este jogo seria muito difícil. O Fejsa, que hoje faz anos e fez uma exibição fantástica, teve problemas de gatroenterite. Esteve para não jogar. O nosso presidente não teve possibilidade de estar cá, e pela primeira vez desde que aqui estou os adeptos não tivemos o apoio dos nossos adeptos. Depois o nosso avançado lesionou-se na primeira parte...tivemos várias contrariedades. Mesmo assim, os meus jogadores foram fantásticos. Mesmo com o golo perto do intervalo, ainda controlámos melhor a partida na segunda parte. Na segunda parte controlámos melhor a partida. Podíamos ter feito mais golos. Saímos como justos vencedores, com muita justificação, e com esta prova de superação que me leva a dar os parabéns aos jogadores."

Exibição: "Temos feito boas exibições. Claro que às vezes são 60 minutos, outras 65 minutos. Mas fizemos três jogos oficiais e passámos os três objetivos. Os jogadores estão inteiramente de parabéns."

Aposta em Castillo: "Tem um pouco mais de profundidade, perturba muito a zona central do ataque, e numa bola longa podia segurar a bola, para a equipa ter mais sossego atrás, quando estivéssemos mais pressionados. Aproveitamos as características dos avançados em função dos jogos. O Ferreyra também teve um trabalho muito meritório depois.".

Gedson: "É mais um jovem de qualidade mas há imensos que vêm ai atrás. Agrada-me ver a capacidade que um jovem de 19 anos tem para jogar a este nível e a sua integração nas dinâmicas. Agrada-me mas não espanta: os jogadores estão à vontade. Isto valoriza o trabalho na formação. Se pode ficar mais tempo do que os outros jovens? Acredito nisso como acreditei em todos os outros. Estamos a falar de jovens de qualidade. Os jogadores da formação do Benfica sobem como reforços, poucos clubes na Europa o fazem. Aqui a porta está aberta. Se tiverem qualidade jogarão. A seguir virão outros, assim aproveitem o espaço que têm aqui."

PAOK: "Felizmente que o nosso trajeto nesta fase inicial é um trajeto de descansar e competir. Já passámos três obstáculos. Não se ganham dois jogos num só. Temos de recuperar bem e rápido, para jogar já sábado, e depois pensar no PAOK. Temos, primeiro, de ganhar no Bessa."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.