Sérgio Conceição justificou a aposta em José Sá para alinhar de início pelo FC Porto, deixando Iker Casillas no banco, esta noite, na derrota com o RB Leipzig, por 3-2.

"Tinha dito na antevisão que não não sou pago para fazer surpresas, sou para pago para meter a melhor equipa. A melhor equipa foram os 11 que começaram o jogo. Foi opção técnica. Vamos ver se é para manter. Hoje foi assim. Os jogos são diferentes", disse o treinador dos 'dragões', em declarações à SportTV.

Sobre o jogo com o Leipzig: "O Leipzig é uma equipa poderosa fisicamente, muito intensa e agressiva. Cometemos alguns erros defensivos que não são normais, que nos deram dissabores na primeira parte. Apesar de cada vez que chegávamos à frente era com algum perigo. Voltando àquilo que é a preparação do jogo, faltou-nos consistência defensiva para depois partir para uma exibição mais confortável para então ganhar o jogo."

Questionado se havia algo para mudar para o segundo jogo com os alemães, no Dragão, Sérgio Conceição respondeu: "Claro que sim. Estou cá para analisar o que não foi bem feito. Hoje perdemos contra uma equipa forte. O jogo em casa vai ser essencial para as nossas aspirações."

Recorde-se que o FC Porto perdeu no terreno do RB Leipzig, por 3-2, em jogo da terceira jornada da fase de grupos da Champions.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.