A UEFA decidiu hoje abrir um inquérito a José Pinto por conduta imprópria, depois de o guarda-redes do FC Barcelona ter imitado o apito do árbitro no encontro com o Copenhaga, da Liga dos Campeões de futebol.

Esta decisão da UEFA surgiu depois do clube dinamarquês ter apresentado uma queixa contra o espanhol, de 34 anos, devendo a Comissão Disciplinar decidir um possível castigo na reunião de quinta-feira.

Pinto simulou o apito do árbitro aos 26 minutos do encontro em Copenhaga, levando o avançado brasileiro César Santin a parar a corrida, quando se encontrava isolado.

O árbitro francês Stéphane Lannoy permitiu que o jogo continuasse e não mostrou cartão amarelo a Pinto por comportamento antidesportivo.

Na altura deste lance, o Copenhaga perdia por 1-0, acabando por terminar o encontro com uma desvantagem de 2-0.

O FC Barcelona lidera o Grupo D da “Champions” com sete pontos, mais um do que o Copenhaga, cinco do que o Rubin Kazan e seis do que o Panathinaikos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.