A instância de recurso da União Europeia de Futebol (UEFA) retirou hoje o jogo de castigo com pena suspensa de três anos ao treinador português do Real Madrid, José Mourinho, e atenuou a multa pecuniária aos “merengues”. O técnico vai ainda pagar 30 mil euros em vez dos 40 mil euros inicialmente impostos pela UEFA.

Mourinho e o clube madrileno tinham sido punidos devido a “conduta imprópria” pelas acumulações de cartões amarelos e respectivas expulsões de Xabi Alonso e Sérgio Ramos no encontro da Liga dos Campeões frente ao Ajax (4-0).

O técnico campeão europeu pelo FC Porto (2004) e pelo Inter Milão (2009) ficou suspenso por um jogo, falhando o encontro diante o Auxerre, mas viu-se livre do outro castigo de uma partida fora do banco de suplentes nos próximos três anos, em caso de o seu comportamento voltar a ser considerado “impróprio”.

O Real Madrid viu também as multas baixarem dos iniciais 120 000 euros para 100 000.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.