O Barcelona foi esta quarta-feira afastado da final da Liga dos Campeões, com nova goleada do ‘supersónico’ Bayern de Munique, que no cômputo das duas mãos venceu por 7-0.

Robben, Piqué, num autogolo, e Muller fizeram os golos da noite, em que os alemães fizeram o que quiseram deste Barcelona, irreconhecível e completamente vulgar, com uma posse de bola muito divida para as duas equipas.

Com Messi no banco, o Barcelona precisava de uma ‘remontada’ milagrosa para conseguir estar em Londres, mas o Bayern, sereno e a controlar, não permitiu o habitual ‘tiki-taka’. Os catalães não conseguiram impor o seu jogo e o 0-0 ao intervalo era justificável.

O pior estava guardado para a segunda parte. E começou cedo. Grande passe para Robben, o holandês, com um toque de classe, tirou a defesa do caminho e colocou na gaveta. Era o 1-0 e o 5-0 na eliminatória, completamente sentenciada.

Como uma desgraça nunca vem só e já com a equipa de Vilanova à deriva, uma jogada do lado esquerdo levou Piqué, no coração da área, a cortar para dentro da baliza. Autogolo que fazia o 2-0 e aumentava para 6-0 a contenda geral.

Em nova jogada rápida, o Bayern de Munique chegou fácil aos 3-0, já que o Barcelona era ‘manteiga’. Ribéry rompeu pela direita, cruzou, Muller saltou mais alto do que os defesas e fez o oitavo golo da sua conta pessoal.

Há quatro anos que o Barcelona não perdia em casa para as provas europeias. A última vez foi na fase de grupos, já apurados, na receção ao Rubin Kazan.

O Bayern de Munique vai à final pelo segundo ano consecutivo, tendo perdido o ano passado para o Chelsea. O ‘vizinho’ Borussia Dortmund é o adversário, numa final alemã. Para aperitivo, as duas equipas jogam este fim de semana para a Liga germânica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.