O treinador do Real Madrid, Zinedine Zidane, voltou a negar o favoritismo da sua equipa contra a Juventus no jogo desta quarta-feira a contar para os quartos de final da Liga dos Campeões, ao afirmar que "os grandes clubes não desistem nunca".

"Interessa-me mostrar dentro de campo, não falar, porque sabemos que no futebol é preciso respeitar todos os clubes", afirmou Zidane na antevisão ao encontro . Os "merengues" têm uma vantagem de 3-0 conseguida no jogo da 1.ª mão.

"Precisamos de respeitar o rival porque os grandes clubes nunca se rendem e tudo pode acontecer", insistiu Zidane.

"Se fizermos um grande jogo, se estivemos concentrados os 90 minutos, então poderemos avançar", acrescentou.

O técnico francês mostrou-se satisfeito com o bom desempenho da equipa, que atravessou por um momento em que marcava poucos golos na primeira fase da temporada.

"Tivemos um mês em que não marcávamos, agora estamos num bom momento. É preciso seguir com esta sequência de golos, estamos a jogar bem, a sofrer menos golos também... Temos mais regularidade em tudo", indicou.

Zidane afirmou ainda que não sabe explicar as últimas boas temporadas da sua equipa na Liga dos Campeões, em contraste com os resultados menos efetivos em Espanha.

"Não tenho explicação... O que queremos é tentar ganhar tudo, mas às vezes a nossa regularidade não é muito boa, como este ano. Tivemos um momento de dificuldade, sobretudo em marcar", referiu Zidane.

O treinador francês voltou também a elogiar Cristiano Ronaldo, atual melhor marcador da Liga dos Campeões.

"Existe muita gente que se lembra de Di Stéfano, com razão. Acho que muito gente, e eu sou um deles, vai-se lembrar do Cristiano neste clube. É preciso aproveitá-lo", concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.