Artur Jorge, o treinador que inaugurou as páginas douradas do historial europeu do FC Porto, considera que a presença de três equipas portuguesas nas “meias” da Liga Europa “não é surpresa”.

Em declarações à Agência Lusa, o técnico que em 1986/87 levou os “dragões” ao ceptro europeu, num percurso finalizado em Viena, com um triunfo por 2-1 sobre o Bayern Munique, salienta o mérito de Benfica, FC Porto e Sporting de Braga.

«É algo que representa muito para o futebol português e é algo que muita gente não estava à espera. Mas, pelo percurso das três equipas este ano, e por tudo o que tem acontecido nos últimos anos, não se pode dizer que seja uma surpresa», explicou o também ex-futebolista dos “encarnados”.

De acordo com Artur Jorge, o trio luso justifica a presença nas “meias” por todo o seu percurso: FC Porto está na prova desde início e o Benfica e o Sporting de Braga depois de “caírem” da “Liga dos Campeões.

«Isto acontece pela qualidade das três equipas. Estão fortes, como as melhores, e estão nesta fase porque o merecem, pois tudo fizeram para isso», disse Artur Jorge.

Portugal já fez história, ao colocar três equipas nas meias-finais, mas pode lograr mais um feito inédito na sua história, se conseguir uma final 100 por cento lusa em Dublin, a 18 de Maio.

O antigo técnico de FC Porto e Benfica acredita nessa possibilidade, mas avisa para a qualidade dos espanhóis do Villarreal, adversários dos “dragões”.

«Em princípio, isso poderá acontecer (uma final lusa), mas o Villarreal é muito forte, é a terceira equipa mais forte de Espanha», disse à Lusa, lembrando a presença de FC Barcelona e Real Madrid nas “meias” da Liga dos Campeões.

Relativamente ao embate entre os “encarnados” (que treinou em 1994/95) e os bracarenses, Artur Jorge não faz grandes prognósticos, dando ligeiro favoritismo aos lisboetas.

«O Benfica é um bocadinho mais favorito, sobretudo pelo seu historial e experiência europeia, mas, nos últimos confrontos directos, tanto tem ganho um como outro», lembrou.

Artur Jorge realçou, acima de tudo, a importância que este feito colectivo tem para o futebol português.

«O que estes clubes já conseguiram é de enorme importância para o futebol português, para os nossos jogadores e para os nossos treinadores, pois todos juntos fizeram coisas que grande qualidade», finalizou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.