Depois de na última quinta-feira o jogo no mítico Olímpico de Berlim ter ditado um empate a uma bola, o jogo de amanhã decide em definitivo quem terá lugar nos oitavos-de-final da segunda competição europeia mais importante da UEFA.

Em Berlim, Angel Di María deu vantagem à formação portuguesa logo aos quatro minutos, mas um desvio de Javi García para o fundo da sua própria baliza, pouco depois da meia-hora de jogo e no seguimento de um cruzamento de Łukasz Piszczek, fixou o resultado final em 1-1.    

Mas já esta época o Hertha defrontou outra equipa portuguesa, no caso o Sporting Clube de Portugal, conseguindo mesmo vencer os leões na sexta e última jornada da fase de grupos desta edição da prova.

O Hertha nunca tinha defrontado o Benfica até à última temporada, quando as duas formações se encontraram na fase de grupos da Taça UEFA, sendo que, curiosamente, o empate a um golo foi também o resultado verificado. O Hertha era, então, orientado por Lucien Favre, enquanto Quique Sánchez Flores era o treinador do Benfica.

No total, o Hertha jogou oito vezes frente a equipas portuguesas e registou dois triunfos, outros tantos empates e quatro derrotas. A formação alemã perdeu sempre por 1-0 nos três encontros disputados em Portugal.

Já o Benfica, disputou 31 jogos frente a equipas da Bundesliga (sete vitórias, 12 empates e 12 derrotas). Nas 14 partidas em casa frente a adversários germânicos, as "águias" somaram sete vitórias, seis empates e uma derrota. Esse desaire solitário ocorreu diante do FC Bayern München, que se deslocou a Lisboa para vencer o Benfica por 3-1, em Dezembro de 1995, num encontro da Taça UEFA, e em que Jürgen Klinsmann assumiu o papel de “carrasco” dos encarnados com um total de seis golos marcados na eliminatória.

A última vez que o Hertha participou nos 16 avos-de-final da Taça UEFA aconteceu na temporada 2005/06, onde foi eliminado pelo FC Rapid Bucureste após perder por 1-0 em casa e por 2-0 na Roménia.

Por sua vez, o Benfica venceu os quatro encontros europeus disputados em casa na presente temporada, tendo apontado 13 golos e sofrido apenas um.

Seja qual for o resultado de amanhã, quase certo parece ser o adversário que uma destas duas equipas vai ter pela frente, já que da eliminatória entre FC Copenhaga e o Olympique de Marselha sairá o adversário de portugueses ou alemães. E os franceses do Marselha, onde agora actua Lucho González, adiantaram-se na corrida ao derrotarem fora de casa os dinamarqueses por 3 a 1.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.