A vistoria aconteceu na presença do presidente do Marítimo, Carlos Pereira, que no final se mostrou optimista no tocante à homologação do recinto por parte do organismo que tutela o futebol europeu.

“Por aquilo que falámos, creio que existe a possibilidade real de recebermos o BATE Borisov nos Barreiros. Os comissários do Organismo de Gestão de

Licenciamento da UEFA foram sensíveis, embora nos tivessem dito que, se a equipa passar à fase de grupos, haverá outro tipo de recomendações”, adiantou o dirigente madeirense.

“Hoje o relatório será elaborado e amanhã a UEFA tomará uma decisão que penso será favorável, pelo que, se tal se confirmar, jogaremos na nossa casa”, adiantou o líder dos “verde-rubros” que diz aguardar com optimismo a decisão da UEFA.

“Se passarmos à fase de grupos e eu acredito que sim, porque no futebol tudo é possível, embora seja difícil, tomaremos outras medidas mais concretas, nomeadamente no que diz respeito à bancada, luz e segurança”, observou Carlos Pereira.

O Marítimo perdeu o encontro da primeira mão do “play-off” com o BATE Borisov, por 3-0.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.