O Benfica foi eliminado da Liga Europa ao perder por 2-0 em Frankfurt frente ao Eintracht em jogo a contar para a segunda mão dos quartos de final da competição. Os alemães abriram o marcador ainda na primeira parte por intermédio de Kostic e adiantaram-se na eliminatória com um golo de Rode já no segundo tempo.

No regresso às competições europeias após o triunfo por 4-2 sobre o Vitória de Setúbal no campeonato nacional, o Benfica apresentou-se em Frankfurt para defender uma vantagem de dois golos, uma semana depois do 'hat-trick' de João Félix, no Estádio da Luz, no triunfo por 4-2 sobre os alemães.

Para o jogo no PSD Bank Arena, Bruno Lage fez algumas alterações no onze titular em relação ao jogo da primeira mão com João Félix a surgir 'descaído' sobre o lado esquerdo do ataque e Gedson à frente de Fejsa e Samaris no meio campo. Com Rafa Silva no lado direito e Seferovic como referência central do ataque, o clube da Luz apresentou-se com um eixo defensivo constituído por Vlachodimos na baliza e a dupla de centrais Jardel e Rúben Dias. Corchia foi substituído por André Almeida no lado direito enquanto que Grimaldo foi titular no lado esquerdo.

Em desvantagem na eliminatória, a equipa do Eintracht Frankfurt entrou determinada em adiantar-se cedo no marcador. Apesar da forte pressão do meio-campo alemão, o Benfica conseguiu gerir as operações e afastar o perigo da baliza de Vlachodimos. Depois de um arranque de jogo algo 'morno', os alemães começaram a aumentar a pressão e a criar os primeiros lances de perigo. Kostic começou por testar a atenção do guardião encarnado e com o desenrolar da primeira parte o Benfica começou a sentir algumas dificuldades para travar o ímpeto ofensivo germânico.

Aos 36 minutos de jogo, o Eintracht Frankfurt abriu o marcador por intermédio de Kostic na sequência de um remate de Gacinovic de fora da área com a bola a bater no poste e a sobrar para o avançado sérvio que sem dificuldades atirou para o fundo da baliza. Apesar de Kostic estar em fora-de-jogo aquando da recarga o árbitro validou o golo uma vez que não há auxílio ao vídeo-árbitro nesta fase da competição.

Perante os protestos de Bruno Lage sobre a validação do golo de Kostic, o árbitro Orsato deu ordem de expulsão ao treinador do Benfica, que assim foi obrigado a acompanhar o jogo a partir da bancada.

No segundo tempo, a equipa do Benfica entrou melhor no jogo e esteve perto de chegar ao empate em duas ocasiões. Aos 47 minutos, Gedson Fernandes assistiu João Félix e o avançado português penetrou com perigo na área adversária e tentou um cruzamento atrasado. Gedson tentou fazer o golo de 'carrinho' mas falha o desvio. Falette cortou o lance em definitivo, mas quase fazia auto-golo.

Minutos depois do lance de João Félix, o avançado português voltou a estar em destaque ao servir Seferovic e o avançado suíço a passar a bola para Gedson, mas o passe saiu muito puxado. Na segunda leva do ataque encarnado, uma grande assistência de Samaris para o internacional helvético deixou Seferovic à mercê do golo, mas o cabeceamento do avançado suíço foi parar às mãos de Trapp.

Perante esta reação do Benfica, o Eintracht Frankfurt respondeu com um remate perigoso de Gacinovic aos 57 minutos, mas a bola acabou por sair muito perto do poste esquerdo da baliza de Odysseas Vlachodimos.

Quando parecia que o Benfica estava melhor na partida, o Eintracht Frankfurt acabou por dilatar a vantagem e colocar-se na frente da eliminatória. Aos 67 minutos, um mau alívio de Rúben Dias permitiu aos adversários recuperar a posse de bola e aproveitar a desorientação total da defesa do Benfica para fez o 2-0. Com a confusão instalada, Rode surgiu à entrada da área dos 'encarnados' e rematou para o fundo da baliza do Benfica.

Em desvantagem na eliminatória, Bruno Lage lançou Pizzi no jogo e tirou Samaris. O ascendente do Eintracht Frankfurt manteve-se e aos 71 minutos Vlachodimos negou mais um golo aos alemães após mais um remate de Rode.

Já com Salvio e Gonçalo Paciência no jogo, o Benfica esteve perto de reduzir por João Félix, mas o remate de cabeça ao segundo poste do avançado português saiu por cima da baliza do Eintracht. Na reta final do encontro, e com Jonas em campo, o Benfica quase fez o 2-1 aos 85 minutos, mas o remate de Salvio com o pé direito acertou no ferro e acentuou a desilusão dos 'encarnados'.

Com este resultado, o Benfica acabou por ser eliminado da Liga Europa pelo Eintracht de Frankfurt depois de uma vitória no Estádio da Luz por 4-2 e de uma derrota na Alemanha por 2-0.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.