Um dia depois da eliminação do SC Braga, diante do Rangers, o FC Porto foi a segunda equipa a despedir-se da Liga Europa, antes de Sporting e Benfica seguirem o seu exemplo, numa quinta-feira negra para o futebol português. A derrota na Alemanha (2-1) já havia evidenciado a diferença de qualidade para o Bayer Leverkusen, confirmada agora no Dragão com novo 'desaire' (1-3), que só não foi mais expressivo pelo desacerto alemão e pela ligeira réplica dos azuis e brancos na segunda parte.

Filme do jogo

Sérgio Conceição fez apenas uma alteração relativamente ao onze apresentado diante do Portimonense, com Zé Luís a render Tiquinho Soares no ataque. De resto, e em comparação com o jogo da primeira mão, saiu Manafá para entrar Otávio, com Corona a ocupar o lugar de lateral direito.

O FC Porto precisava marcar pelo menos um golo e até entrou no jogo com embalo ofensivo para tentar virar a eliminatória, mas o sistema de três centrais dos alemães (formado por Tapsoba, Bender e Jonathan Tah) controlava sem problema as ações de Zé Luís, distante de Marega que tendia a cair na direita. Isso e a dinâmica entre os homens da frente do Leverkusen, que se traduziu no 1-0 logo aos 10 minutos. Demirbay desembaraçou-se de três adversários e serviu Havertz, que estava em zona frontal, mas preferiu o passe para Lucas Alario (10') bater Marchesín - já o tinha feito na primeira mão. O golo foi confirmado aos 13’, após verificação do VAR, a corrigir a indicação do árbitro assistente, que assinalara fora de jogo.

O FC Porto estava obrigado a marcar dois golos para empatar a eliminatória, mas continuava sem ideias para dobrar o conjunto alemão. A melhor jogada dos 'dragões' (e o primeiro remate no jogo) surgiu já perto do intervalo, com Otávio a cabecear a centímetros do poste, após cruzamento de Corona na direita. Por esta altura já Nakajima tinha sido lançado para render Luis Díaz, que se lesionara a meio de um 'sprint'.

A segunda parte começou com nova alteração no lado do FC Porto: a entrada de Pepe (saiu Uribe) transformou a equipa num 3x4x3, permitindo a subida de Alex Telles e Corona nos corredores. Sérgio Conceição arriscava tudo, mas os alemães voltaram a beneficiar de um erro dos azuis e brancos, que ainda ajustavam as peças do seu novo esquema tático, para aumentarem a vantagem, aos 50 minutos. Num contra-ataque iniciado por Tapsoba, Diaby ainda falhou na cara de Marchesín, mas a bola sobrou para Havertz, que serviu Demirbay para o 2-0.

O segundo golo dos germânicos abalou a confiança do FC Porto, que na tentativa de minimizar os estragos expôs-se ainda mais aos rápidos contra-golpes do adversário, acabando por sofrer o 3-0 apenas sete minutos depois. Diaby voltou a escapar-se à marcação, e após fazer um primeiro remate que Marchesin defendeu, ganhou o ressalto e ofereceu o golo a Havertz - excelente exibição do médio alemão.

Com as contas praticamente arrumadas, o FC Porto soltou-se e até conseguiu reduzir, num cabeceamento exímio de Marega (65') - primeiro remate enquadrado dos 'dragões' em toda a partida. O maliano podia ter bisado, mas dominou mal na cara de Hradecky (79'), e o inconformismo da equipa portista acabou por manifestar-se doutras formas: Sérgio Conceição viu o amarelo no banco e Soares foi expulso por dar uma cotovelada no adversário.

O FC Porto falha assim o acesso aos oitavos de final da Liga Europa, quatro anos depois de ter sido eliminado nesta fase também por uma equipa alemã, o Borussia Dortmund.

A figura

Havertz: O jovem alemão, de 20 anos, já tinha marcado na primeira mão, de penálti, e agora no Dragão somou duas assistências e um golo, além de vários pormenores de qualidade. Vai continuar a dar que falar na campanha do Bayer Leverkusen na Europa, sem dúvida.

Reações

Sérgio Conceição: "Queremos acabar a época com títulos"

Treinador do Leverkusen: "Disse aos jogadores o que tínhamos de vencer para passar"

Alex Telles: "Na 1.ª ocasião marcaram, foram eficazes e tornou o jogo difícil"

Pepe: "Eles são fortes nas transições, sofremos um bocadinho"

Tapsoba: "Não íamos jogar para defender"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.