Um triunfo do FC Porto na visita ao CSKA Sófia e do Sporting em casa com o Levski, também da capital da Bulgária, manterá os portugueses líderes e bem encaminhados na Liga Europa de futebol.

Depois dos êxitos na primeira jornada, “dragões” e “leões” ficarão em posição privilegiada caso consigam amealhar mais três pontos, situação que permitirá gerir melhor o desempenho nos respectivos grupos face às exigências na Liga portuguesa.

No Grupo I, o líder FC Porto continua moralizado por um percurso 100 por cento vitorioso nos 10 jogos oficiais da época, mas visita um adversário determinado a complicar e à procura dos primeiros pontos, depois de ter sido derrotado na Turquia por 1-0, já no último minuto.

O conjunto de André Villas-Boas, que se estreou com fácil triunfo por 3-0 frente ao Rapid de Viena, vai ter agora um desafio mais complicado: apesar de ser uma equipa remodelada e em processo de construção, é mais dotada tecnicamente do que os austríacos.

O FC Porto lidera o campeonato luso com o pleno de 18 pontos, enquanto o CSKA Sófia é apenas oitavo na Bulgária, com 11 pontos, a sete do Levski, que visita o Sporting no Grupo C.

O “duelo” de Alvalade junta lusos e búlgaros que venceram o primeiro desafio, pelo que vão disputar o comando isolado, embora em situação moral e de pressão diferente.

O Levski lidera isolado o seu campeonato e surge em Alvalade sem os problemas do Sporting, que voltou a perder pontos na Liga portuguesa (1-1 com o Nacional) e já está a 10 do FC Porto – as competições europeias têm sido, ainda assim, o balão de oxigénio da equipa liderada por Paulo Sérgio.

O detentor do troféu Atlético de Madrid, de Simão e Tiago, está, por seu lado, proibido de perder mais pontos: começou a prova com derrota 1-0 na Grécia, frente ao Aris de Salónica, e agora recebe o Bayer Leverkusen, o outro líder do grupo B, igualmente composto pelo Rosenborg.

O Zenit, de Danny, Bruno Alves e Fernando Meira, primeiro no campeonato da Rússia, recebe o AEK Atenas no encontro de líderes, depois dos russos vencerem 3-1 o Anderlecht, em Bruxelas, o mesmo resultado com que o seu rival se impôs ao Hadjuk Split.

A desiludir no campeonato inglês, com um mísero 16.º lugar, o Liverpool, de Raul Meireles, comanda isolado o Grupo K e um triunfo na visita ao Utrecht, da Holanda, pode catapultá-lo rumo a um anunciado apuramento, numa “poule” que engloba ainda o Steaua de Bucareste e o Nápoles.

Em termos de maior impacto mediático, a jornada fica marcada pelos desafios Borussia Dortmund-Sevilha e Manchester City-Juventus.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.