Primeira parte:

Com a neve e a temperatura negativa (-6) que se faz sentir em Sofia, capital da Bulgária, não se esperava um jogo corrido e de grande espectáculo. A primeira parte do encontro confirmou isso mesmo.

Sporting e Levski batalharam, correram muito, mas isso não se traduziu num grande número de oportunidades de golo de parte a parte.

A equipa liderada por Paulo Sérgio assumiu a espaços o comando do encontro na primeira parte, apenas conseguiu criar uma oportunidade de golo, digna desse nome, por intermédio de Evaldo.

Aos 22 minutos, Valdés converteu um canto na direita. A bola sofreu um desvio ao primeiro poste por Nuno André Coelho e, no coração da área, Evaldo desviou o esférico mas este saiu ao lado da baliza defendida por Mitrev.

O Levski respondeu, neste primeiro tempo, por Gadzhev e Joãozinho, mas os dois remates saíram ao lado da baliza de Tiago.

Já mesmo sobre o apito para o intervalo e, de algum modo, contra a corrente do jogo, o Levski colocou-se em vantagem. Dembele entrou pela área do Sporting pelo lado esquerdo, da forma como ataca a equipa búlgara, e cruzou para a pequena área onde surgiu Mladenov a rematar e a fazer o primeiro golo do encontro.

Segunda parte:

Na segunda parte, em desvantagem, Paulo Sérgio decidiu tirar Zapater e fazer entrar Diogo Salomão. O Sporting entrou com a vontade de dar a volta aos acontecimentos. O caudal ofensivo dos leões aumentou de sobremaneira, mas na hora de atirar à baliza defendida por Mitrev, faltou sempre pontaria.

Numa das oportunidades mais flagrantes para o Sporting valeu Dembele sobre a linha de golo a salvar o Levski de chegar ao golo do empate. Aos 58 minutos, Maniche rematou à entrada da área e o francês, de cabeça, conseguiu desviar a bola.

Estando a equipa leonina inclinada para o ataque, começaram a abrir-se espaços na sua defesa. Sinónimo desse facto foi a grande oportunidade perdida por Tasevski. O jogador do Levski rematou colocado à baliza verde-e-branca, mas Tiago esticou-se todo e evitou o golo.

O resultado não se alterava e Paulo Sérgio decidiu fazer entrar Carlos Saleiro na partida para o lugar de Valdés.
Mas nem com dois pontas-de-lança, o Sporting encontrou o caminho do sucesso para a baliza contrária.

Saleiro teve nos pés a oportunidade de empatar o encontro, mas atirou à malha lateral. Depois foi Djaló que num bom remate proporcionou mais uma defesa a Mitrev.

A bola teimava em não entrar e os leões acabaram mesmo por perder o encontro por 1-0. Apesar desta derrota, os leões terminam o grupo C no primeiro lugar. Facto que permite aos leões serem cabeças-de-série no sorteio dos 16-avos-final da prova que decorre esta sexta-feira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.