Benfica, FC Porto e Sporting de Braga, todos derrotados fora pela margem mínima, precisam de vencer na segunda mão para atingir os oitavos de final da Liga Europa em futebol, enquanto o Sporting tem folga de dois golos.

Os ‘encarnados’ e os ‘dragões’ estão obrigado a bater Shakhtar Donetsk e Bayer Leverkusen, respetivamente, após desaires por 2-1, e os ‘arsenalistas’ a recuperar de um 2-3 face ao Rangers, numa situação inversa à do Sporting, único clube luso que joga fora e está em vantagem, após o 3-1 caseiro ao Basaksehir.

A primeira equipa a entrar em ação é o Sporting de Braga, que, culpa da proximidade geográfica com o Porto, recebe já na quarta-feira o conjunto escocês, que acabou com a série recorde de 13 jogos sem perder dos ‘arsenalistas’ na Europa.

Os minhotos, que ultrapassaram todas as cinco eliminatórias que iniciaram com derrotas tangenciais em reduto alheio, precisam de fazer o que o FC Porto não conseguiu na fase de grupos face aos escoceses - empate a um golo.

Sob o comando de Rúben Amorim, que perdeu a invencibilidade em Glasgow – nove vitórias, um empate e uma derrota -, o Sporting de Braga já somou cinco triunfos fase aos ‘grandes’ lusos – dois por 2-1 e três por 1-0 - e qualquer dos resultados serve.

Este ‘bagagem’ de jogos da maior exigência pode ser importante para os ‘arsenalistas’, que enfrentam o Rangers como terceiros da I Liga e procuram o terceiro apuramento para os ‘oitavos’ da Liga Europa, depois de 2010/11 e 2015/16.

Na quarta-feira, jogam os três ‘grandes’, com o FC Porto e o Sporting a arrancarem às 17:55, os ‘azuis e brancos’ no Dragão, onde na presente temporada europeia já empataram com o Rangers e perderam com o Krasnodor, falhando os milhões da ‘Champions’.

Os ‘azuis e brancos’, que deram a volta a quatro de sete desaires fora por 2-1 a abrir eliminatórias, a última vez na época passada, face à Roma, vão tentar dar sequência ao precioso golo do colombiano Luis Díaz, apontando quando perdiam por 2-0.

Caso consiga a reviravolta na eliminatória, o ‘onze’ de Sérgio Conceição conquista, para o FC Porto, a terceira presença nos ‘oitavos’, repetindo 2010/11 - a época do título, numa final portuguesa com o Sporting de Braga - e 2013/14.

Por seu lado, e face ao triunfo caseiro por 3-1, que chegou a ser 3-0, após tentos de Coates, Sporar e Vietto, e ameaçou acabar numa goleada, o Sporting apresenta-se com alguma folga na Turquia, sabendo que pode perder pela diferença mínima e chegar pela quarta vez aos ‘oitavos’, após 2009/10, 2011/12 e 2017/18.

Os ‘leões’ seguiram em frente após o único 3-1 caseiro a abrir – com o Feyenoord, em 1985/86 -, mas já desperdiçaram quatro vantagens caseiras de 2-0, com Celtic (1983/84), Dinamo Minsk (1984/85), Casino Salzburgo (1993/94) e Rapid Viena (1995/96).

O penálti de Visca, aos 77 minutos, é o grande motivo de preocupação para o ‘onze’ de Jorge Silas, que segue numa série de quatro jogos sem perder – três vitórias e um empate.

A última formação lusa a entrar em ação é o Benfica, anfitrião do Shakhtar depois de uma sofrida vitória no reduto do Gil Vicente por 1-0 que segurou a liderança da I Liga e acabou com uma série de quatro jogos sem vencer dos ‘encarnados’.

Um golo do brasileiro Vinicius voltou a fazer ‘sorrir’ as ‘águias’, que, em Kharkiv, conseguiram um importante golo fora, marcado de penálti por Pizzi, num jogo quase sempre dominado pelos comandados de Luís Castro.

O Benfica, que virou duas de quatro eliminatórias que iniciou com derrotas fora por 2-1, a primeira com o Marselha, graças à ‘mão’ de Vata, em 1989/90, terá de ter muita atenção ao ‘poder de fogo’ de Taíson, Marlos, Kovalenko ou Júnior Moraes.

Nos 16 avos de final, os ‘encarnados’ apresentam um balanço perfeito, de cinco apuramentos em cinco eliminatórias, mas, na Ucrânia, perderam pela primeira vez, ao 11.º jogo, pelo que só vencendo na Luz podem somar uma sexta presença nos ‘oitavos’.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.