O Sporting de Braga perdeu na tarde desta quinta-feira na receção aos italianos da Roma, por 2-0, na primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa e complicou as contas para a passagem à próxima fase da competição.

O primeiro (e único golo do primeiro tempo) aconteceu cinco minutos depois do apito inicial de István Kovács quando Spinazzola cruzou para a área onde apareceu Dzeko que apenas precisou de encostar para o fundo da baliza de Matheus.

Depois de sofrer cedo na partida, o Sporting de Braga tentou reagir, mas mostrou algumas dificuldades. Apesar de crescer no jogo e de conseguir segurar melhor a bola, a equipa minhota não conseguia criar perigo no último terço do campo adversário.

A primeira oportunidade dos homens de Carlos Carvalhal surgiu já aos 21 minutos quando Fransérgio tentou a sorte de longe, atirou forte, mas levantou demasiado a bola e esta saiu para as bancadas. Três minutos depois, o mesmo Fransérgio voltou a assustar Pau López ao cabecear por cima da baliza italiana depois de um pontapé de canto.

Já aos 37 minutos Pedro Rodríguez colocou a bola no fundo da baliza vazia de Matheus, mas o lance foi anulado por posição irregular. Dois minutos depois o avançado espanhol de 33 anos voltou a tentar o golo, mas levou uma 'nega' do guarda-redes dos arsenalistas - de qualquer forma a jogada acabaria por ser anulado por fora-de-jogo.

No cair da primeira parte, Galeno ainda furou a defesa italiana e chegou à área, onde deixou a bola sobrar para Sporar, mas o esloveno não conseguiu rematar. As equipas acabariam por recolher aos balneários com uma vantagem romana no marcador.

Logo aos cinco minutos da segunda parte Sporar caiu na área num duelo com Ibañez e os arsenalistas ficaram a pedir grande penalidade, mas o árbitro István Kovács mandou seguir. E, quatro minutos depois, o pior acabaria por acontecer na equipa de Carvalhal: Ricardo Esgaio viu o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando os arsenalistas a jogar com dez.

As dificuldades do Sporting de Braga aumentaram com a expulsão de Esgaio e, aos 60 minutos, Mkhitaryan marcou para os romanos, mas viu o golo anulado por posição irregular. Numa altura em que os arsenalistas estavam mais recolhidos, para colmatar a desvantagem numérica, Dzenko esteve perto de bisar, mas Matheus voltou a impedir o golo.

No entanto, o segundo golo dos homens de Paulo Fonseca acabaria por chegar: aos 86 minutos, Veretout fugiu pela esquerda e meteu rasteiro para o coração da área onde Mayoral encostou para o golo. Os sete minutos de compensação não foram suficientes para fazer mossa no marcador e os arsenalistas saíram derrotados da Pedreira.

Na próxima quinta-feira, dia 25 de fevereiro, Sporting de Braga e Roma voltam a encontrar-se para a segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa, no Estádio Olímpico de Roma, em Itália.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.