Hugo Lloris não escondeu a desilusão pela derrota do Tottenham frente ao Dínamo Zagreb (3-0 após prolongamento), que deixou a equipa londrina fora dos quartos de final da Liga Europa. O guarda-redes e capitão dos 'spurs' não poupou nas críticas à equipa.

"Estamos mais do que desiludidos, foi uma desgraça e toda a gente no balneário se sente responsável por isso. O que é que eu posso acrescentar? Somos um clube com muita ambição, mas esta exibição foi reflexo do que se está a passar. Faltam-nos coisas básicas. Mentalmente devíamos ser mais fortes, mais competitivos, e não senti isso em campo", começou por dizer o internacional francês à BT Sport.

"O que se passa dentro do clube? Não tenho de ir muito longe. A forma como jogámos não foi suficiente. Uma coisa é estar em frente a uma câmara e dizer que és ambicioso, outra coisa é mostrares isso todos os dias: nos treinos e nos jogos. Não te podes ir abaixo. Seja qual fora a decisão do treinador tens de ajudar a equipa, se só vais fazer isso quando és titular, a equipa paga por isso, foi o que aconteceu hoje. Tivemos bons momentos no passado porque confiávamos uns nos outros, hoje não tenho a certeza sobre isso", acrescentou.

Hugo Lloris revelou ainda o que José Mourinho pediu aos jogadores antes da partida: "O treinador foi claro na mensagem: marcar um golo e atacar desde início. Aconteceu tudo ao contrário. Quando não matas o adversário, eles acreditam e tudo é possível, porque existe muita qualidade a este nível, na Europa. Quando nós percebemos que estávamos com problemas, já era tarde de mais."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.