Na sua segunda final perdida na Liga Europa, Jorge Jesus salientou que nem sempre a melhor equipa ganha uma prova, acrescentando que o Benfica termina a sua participação nesta prova europeia sem perder um jogo.
"Quando se perde é sempre difícil. Quando durante os 120 minutos sentes que és mais equipa fizeste mais para ganhar, ainda custa mais. Tens de aceitar o futebol. Agora não vale a pena estar a olhar para trás. Quero dar os parabéns aos jogadores do Benfica e aos adeptos, fomos dignos de estar numa final. Não ganhamos esta Liga Europa, mas não perdemos jogo nenhum. Nem sempre o melhor ganha. Parabéns ao Sevilha porque acreditou que o Sevilha. O Beto teve influência. Deu uns passos à frente fora do que é a lei do jogo, mas temos ainda outra final. Não saímos derrotados do jogo", começou por dizer, esta quarta-feira, o treinador do Benfica na flash interview da SIC Notícias.
"Fizemos duas substituições forçadas, Sulejmani e Siqueira, e não nos adaptamos inicialmente, mas depois o Maxi fez um jogo extraordinário nessa posição. Estou satisfeito com todos os que jogaram", acrescentou Jesus.
No momento da entrega das medalhas à equipa do Benfica, Luís Filipe Vieira segredou algo ao ouvido do treinador dos encarnados.
"Disse que temos de levantar a cabeça, que o Benfica foi digno do nome e da sua identidade", explicou.
O Sevilha venceu a Liga Europa 2013/14, ao bater o Benfica nas grandes penalidades, depois de os encarnados falharem dois, sucedendo ao Chelsea como detentor do troféu. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.