Benfica e SC Braga, com duas goleadas, asseguraram hoje a continuidade na Liga Europa de futebol, numa quinta jornada em que mais 12 equipas garantiram a qualificação para os 16 avos de final.

Já depois do SC Braga ter vencido em Atenas o AEK, por 4-2, o Benfica recebeu e bateu o Lech Poznan, por 4-0, e carimbou a passagem à próxima fase, com as duas equipas portuguesas a chegarem à última ronda com a possibilidade de conquistarem os respetivos grupos.

Slavia Praga, Bayer Leverkusen, Rangers, Granada, PSV Eindhoven, Antuérpia, Tottenham, Lille, AC Milan, Villarreal, Dínamo Zagreb e Estrela Vermelha são as outras equipas que seguem em frente.

Roma, Arsenal, Leicester City e Hoffenheim já tinham alcançado o apuramento na última ronda.

No Estádio da Luz, em duelo do grupo D, o defesa belga Vertonghen (36 minutos), o avançado uruguaio Darwin Núñez (57 minutos), Pizzi (58) e o médio alemão Julian Weigl (89) fizeram os golos do triunfo dos ‘encarnados’, que passaram a somar 11 pontos, os mesmos do líder Rangers, que venceu na Escócia o Standard Liège, por 3-2, e também garantiu o apuramento.

Pouco antes, na capital grega, em jogo do grupo G, o SC Braga voltou a bater o AEK, desta vez por 4-2, com golos de Vítor Tormena (sete minutos), Ricardo Esgaio (nove), Ricardo Horta (45) e Galeno (83). Pelo meio, o português Nélson Oliveira (31) e Vasilantonopoulos (89) marcaram para a equipa helénica, que ficou eliminada.

Além do apuramento, a equipa de Carlos Carvalhal igualou o Leicester City no topo do Grupo G, com 10 pontos, e vai para a última ronda com a possibilidade de vencer o agrupamento, que poderá trazer vantagem no sorteio dos 16 avos de final.

Os ingleses, com várias ausências, por opção, e com o regresso do internacional português Ricardo Pereira, que já não atuava desde março, devido a lesão grave, foi à Ucrânia perder com o Zorya, por 1-0. O iraniano Sayyadmanesh fez o único golo da partida, aos 84 minutos.

Tal como o SC Braga, o Tottenham, de Mourinho, também só necessitava do empate para garantir a qualificação e assim aconteceu na Áustria, perante o LASK Linz (3-3), equipa que ‘impediu’ o Sporting de chegar à fase de grupos.

Num encontro com várias alterações no marcador, o galês Bale, de penálti, aos 45+2 minutos, o coreano Son, aos 56, e Alli, aos 87, também de grande penalidade, fizeram os golos dos ‘spurs’, enquanto Michorl, aos 42, o alemão Eggstein, aos 84, e o francês Karamoko, aos 90+3, marcaram para a equipa a casa.

O Grupo J ficou igualmente fechado, com o Antuérpia, com a ajuda de Buta na segunda parte, a vencer na Bélgica o Ludogorets, por 3-1, e juntar-se ao Tottenham na qualificação.

Com três portugueses no ‘onze’ (Djaló, José Fonte e Xeka), o Lille venceu em casa o Sparta Praga, por 2-1, com um ‘bis’ do turco Yilmaz, e assegurou a passagem no Grupo H, assim como o AC Milan, que bateu em San Siro o Celtic, por 4-2, com Dalot a titular.

O Dinamo Zagreb foi a Holanda buscar a qualificação, com um triunfo por 2-0 sobre o Feyenoord, que contou com o médio João Carlos Teixeira na segunda parte.

Com uma vitória na Turquia sobre o Sivasspor, por 1-0, o Villarreal também segue na prova, assim como o Estrela Vermelha, que empatou a zero na Sérvia com o Hoffenheim.

Com o guarda-redes Rui Silva e o central Domingos Duarte no ‘onze’, o Granada foi derrotado em casa pelo PSV Eindhoven, resultado que permitiu o apuramento das duas equipas no grupo E, já que o PAOK Salónica foi derrotado no campo do Omonia, por 2-1, com Kiko e Vítor Gomes a titulares no emblema cipriota.

Para confirmar o apuramento para os ’16 avos’, o Bayer Leverkusen foi vencer a Nice, por 3-2, e o Slavia Praga bateu em casa por 3-0 os israelitas do Hapoel Beer Sheva, que contaram com o internacional português Josué na equipa inicial.

Já apurada, a Roma, de Paulo Fonseca, bateu na capital italiana os suíços do Young Boys, por 3-1, enquanto o Arsenal, também com passagem assegurada, venceu em Londres o Rapid Viena, por 4-1, com Cédric Soares de início.

O grupo F só ficará decidido na última ronda, com Nápoles, Real Sociedad e AZ Alkmaar a lutarem pelo apuramento. Os italianos, com Mário Rui a ser lançado na segunda parte, empataram na Holanda (1-1), enquanto os bascos alcançaram também uma igualdade (2-2) na receção ao Rijeka, já eliminado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.