O colombiano Falcao, que praticamente colocou os “dragões” na final da Liga Europa, imitou a proeza do argentino da Roma no triunfo 6-0 sobre o Hibernian, no jogo de desempate das “meias” na Taça das Cidades com Feira, após igualdades a dois na Escócia e a três em Itália.

Manfredini revelou-se ainda decisivo na final a duas mãos, uma vez que fez os dois tentos no empate 2-2 na visita ao Birmingham City, com os transalpinos a vencer o segundo jogo em casa 2-0.

O póquer de Falcao e o de Manfredini, curiosamente dois sul-americanos, não tem paralelo, embora sobrem nas meias-finais de provas europeias casos de “hat-tricks”.

Em todas as competições da UEFA, houve apenas 12 futebolistas a conseguir marcar três golos em fase tão adiantada da prova, nenhum deles na Liga dos Campeões.

Ainda assim, na Taça dos Campeões, que se disputou até 1991/92, foram quatro atletas a consegui-lo, nomeadamente Di Stefano (Real Madrid – Vasas, 4-0 em 1958), Lindner (Eintracht Frankfurt – Glasgow Rangers, 6-1 em 1960), Ostojic (Estrela Vermelha – Panathinaikos, 4-1 em 1971) e Alonso (Barcelona – IFK Gotemburgo, 3-0 em 1986).

Na Taça UEFA, o alemão Allofs (Warengem - Colónia, 3-3 em 1986) e Amoroso (Borussia Dortmund – AC Milan, 4-0 em 2002) são os únicos com esse feito.

Na Taça das Cidades com Feira apenas o espanhol Nunez (MTK - Valência, 3-7 em 1962), Aragonez (Atlético Madrid – Juventus, 3-1 em 1965), Belfitt (Leeds - Kilmarnock, 4-2 em 1967) e Bene (Ujpest - Goztepe, 4-0 em 1969) conseguiram três tentos num só jogo.

Finalmente, na também extinta Taça das Taças, Muller (Standard Liege - Bayern de Munique, 1-3 em 1967) e Fuste (Barcelona - Colónia, 4-1 em 1969) também entram no restrito lote.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.