Portugal isolou-se no quarto lugar do “ranking” das finais europeias de futebol no novo milénio, com o apuramento do Benfica para o jogo decisivo da Liga Europa, marcado para quarta-feira, em Amesterdão.
Com a qualificação dos “encarnados”, que afastaram nas meias-finais os turcos do Fenerbahçe (3-1 em casa, após 0-1 fora), Portugal vai estar presente numa quinta final desde 2000/2001, sendo que, em 2010/2011, a Liga Europa se discutiu entre duas equipas lusas.
O FC Porto esteve na final da Taça UEFA em 2002/2003 (3-2 ao Celtic, após prolongamento), da Liga dos Campeões em 2003/2004 (3-0 ao AS Mónaco) e da Liga Europa em 2010/2011, perante os compatriotas do Sporting de Braga, derrotados por 1-0.
Por seu lado, o Sporting marcou presença na final da Taça UEFA de 2004/2005, que perdeu em casa frente aos russos do CSKA de Moscovo (1-3), enquanto o Benfica vai defrontar o Chelsea no encontro decisivo da Liga Europa de 2012/2013.
À frente de Portugal, seguem apenas a Espanha, com 13 finalistas, a Inglaterra, logo atrás, com 12, e a Alemanha, com oito, incluindo as duas que vão disputar a final da Liga dos Campeões, em Wembley, o Bayern Munique e o Borussia Dortmund.
Atrás dos representantes lusos, seguem a Itália (cinco), a França, a Escócia e a Rússia (todos com duas) e a Holanda e a Ucrânia (ambas com uma).
No que respeita à Liga Europa (Taça UEFA até 2008/2009), Portugal só perde para a Espanha, que já teve duas finais exclusivas, em 2006/2007 e na época passada.
Em relação à principal competição de clubes, a Liga dos Campeões, só a edição de 2003/2004 fugiu a Inglaterra, Alemanha, Espanha e Itália, tendo sido disputada entre Portugal (FC Porto) e França (AS Mónaco).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.