O Sporting já virou por duas vezes, há mais de meio século, eliminatórias das taças europeias de futebol iniciadas com um desaire fora por dois ou mais golos de diferença, situação que enfrenta pela 12.ª vez.

Em 1963/64, rumo à conquista da Taça das Taças, os ‘leões’ superaram na primeira ronda a Atalanta após um desaire em Itália por 2-0 e, mais à frente, nos quartos de final, apuraram-se depois de um desaire no reduto do Manchester United por 4-1.

Face aos transalpinos, o Sporting ganhou em casa por 3-1 e, então, porque os golos fora não valiam mais em caso de empate, forçou um terceiro jogo, que venceu por 3-1, em campo neutro, e, perante os ingleses, Alvalade viveu uma noite memorável, com uma goleada aos ‘red devils’ por 5-0.

No antigo Alvalade, a 18 de março de 1964, Osvaldo Silva, já autor de um golo em Manchester, logrou um ‘hat-trick’ e foi o ‘herói’ dos sportinguistas, pelos quais faturaram ainda Géo e Morais, que dois meses depois marcaria, de canto direto, o tento que valeu a Taça das Taças, face ao MTK Budapeste (1-0).

Depois dessas duas reviravoltas, não mais o Sporting conseguiu dar a volta em casa a uma desvantagem de dois tentos, como a que enfrenta agora nos ‘quartos’ da Liga Europa, depois do desaire de hoje por 2-0 no reduto do Atlético de Madrid, selado por Koke, aos 22 segundos, e o francês Antoine Griezmann, aos 40 minutos.

Os 'leões' estiveram nove vezes nessa situação, cinco das quais após derrotas por 2-0, sendo que só uma vez, em 1996/97, face aos Metz, na segunda ronda da Taça UEFA, conseguiram vencer o segundo jogo, embora por insuficientes 2-1.

Nas outras quatro situações, o Sporting empatou sempre em casa, a um com o Saint-Étienne, em 1974/75, a Atalanta, em 1987/88, e o AC Milan, em 2001/2002, e, mais recentemente, em 2014/15, nos 16 avos de final da Liga Europa, a zero com Wolfsburgo.

Os ‘leões’ também não lograram inverter o 0-5 com o Vasas de Budapeste, em 1966/67 (0-2 em casa), o 0-3 com o Zurique, em 1967/68 (1-0), o 1-3 novamente com os húngaros, em 1975/76 (2-1), e o 0-3 com o Viking (1-0).

Para repetir os feitos de 1963/64, o Sporting, que no ‘play-off’ da Liga Europa de 2010/11 eliminou o Brondby com um 3-0 fora, após um 0-2 em casa, tem de vencer por três ou mais golos de diferença ou por 2-0, se, depois, levar a melhor no prolongamento ou no desempate por grandes penalidades.

Na presente temporada, os ‘colchoneros’ já perderam seis vezes, mas todos esses desaires - Chelsea (1-2 em casa), Espanyol (0-1 fora), Sevilha (1-2 em casa e 1-3 fora), FC Barcelona (0-1 fora) e Villarreal (1-2 fora) – serviam para seguir em frente.

Para complicar as contas do Sporting, o treinador Jorge Jesus não terá o defesa esquerdo Fábio Coentrão e o avançado Bas Dost, que viram um amarelo em Madrid e vão cumprir um jogo de castigo.

- Eliminatórias que o Sporting começou com desaires fora por dois ou mais golos de diferença:

Época Prova Adversário 1.ª mão 2.ª mão Desfecho

63/64 TT/1 Atalanta, Ita 0-2 (F) 3-1 (C) Apurado (x)

TT/QF Manchester United, Ing 1-4 (F) 5-0 (C) Apurado

66/67 TCE/1 Vasas Budapeste, Hun 0-5 (F) 0-2 (C) Eliminado

67/68 TCF/3 Zurique, Sui 0-3 (F) 1-0 (C) Eliminado

74/75 TCE/1 Saint-Étienne, Fra 0-2 (F) 1-1 (C) Eliminado

75/76 TU/2 Vasas Budapeste, Hun 1-3 (F) 2-1 (C) Eliminado

87/88 TT/QF Atalanta, Ita 0-2 (F) 1-1 (C) Eliminado

96/97 TU/2 Metz, Fra 0-2 (F) 2-1 (C) Eliminado

99/00 TU/1 Viking, Nor 0-3 (F) 1-0 (C) Eliminado

01/02 TU/3 AC Milan, Ita 0-2 (F) 1-1 (C) Eliminado

14/15 LE/16a Wolfsburgo, Ale 0-2 (F) 0-0 (C) Eliminado

17/18 LE/QF Atlético de Madrid, Esp 0-2 (F) ? ?

(x) - Vitória por 3-1 num jogo de desempate, em campo neutro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.