O treinador dos luxemburgueses da Jeunesse Esch, Nicolas Huysman, realçou hoje que a sua equipa vai "dar o máximo" para virar a segunda pré-eliminatória da Liga Europa de futebol, na segunda mão, frente ao Vitória de Guimarães.

Após a derrota caseira (1-0) na semana anterior, o técnico de 51 anos realçou que a equipa lusa é melhor, mas prometeu que os seus jogadores vão jogar "com todo o coração" para tentarem mudar o rumo da eliminatória no jogo de quinta-feira, às 20:00, em Guimarães.

"[O Vitória] É uma equipa forte, superior em todos os domínios em relação a nós, o que não quer dizer que não vamos fazer o nosso máximo para dar a volta à eliminatória", disse, na conferência de antevisão à partida, realizada no Estádio D. Afonso Henriques.

Depois de uma primeira mão em que a Jeunesse Esch conseguiu, a seu ver, opor-se à "superioridade" portuguesa, tendo sofrido um "dissabor" com o golo nos descontos, Nicolas Huysman adiantou ter duas opções estratégicas para o jogo decisivo: ou "arriscar tudo" ou "jogar em contenção para esperar pelo momento exato".

O treinador francês reconheceu, porém, que a "percentagem" de hipótese da sua equipa seguir em frente na Liga Europa "já era baixa" antes do início da eliminatória e é agora "ainda mais baixa", frente a um Vitória "organizado", com "jogadores talentosos".

A Jeunesse Esch, do Luxemburgo, defronta o Vitória de Guimarães, de Portugal, num jogo agendado para as 20:00 de quinta-feira, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, com arbitragem do russo Vitali Meshkov.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.