O Tribunal do cantão suíço de Vaud rejeitou todas as medidas de execução interpostas pelo Sion contra a UEFA, inviabilizando que o clube helvético participe na Liga Europa em futebol esta semana, no jogo com Rennes.

Na sua página oficial na internet, a UEFA refere que foi notificada hoje pelo tribunal do cantão da parte ocidental da Suíça da decisão contrária às pretensões do Sion.

A UEFA comunicou ainda que recebeu hoje notificação do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), com sede em Lausana, de que os clubes Udinese, Celtic, Atlético Madrid e Rennes apresentaram pedido para participar como partes no processo de arbitragem entre o organismo que superintende o futebol europeu e o Sion.

Udinese (Itália), Celtic (Escócia), Atlético Madrid (Madrid) e Rennes (França) alegam que uma alteração no Grupo I da Liga Europa não seria pacifíca, pelo se manifestaram dispostos a ser ouvidos no processo do Sion FC.

Na sexta-feira, a UEFA reúne com os quatro clubes, para discutir os vários cenários para a reintegração do Sion, na eventualidade de o clube suíço vencer o recurso apresentado no TAS.

O caso Sion foi motivado pelo incumprimento de uma determinação da Liga suíça em proibir o clube de inscrever jogadores no início da temporada, autorizada pela federação.

Como comprovou a UEFA, o Sion utilizou jogadores em situação irregular no “playoff” de acesso à fase de grupos da Liga Europa, com o Celtic, que denunciou a situação à UEFA. O clube suíço acabou excluído da competição.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.