O FC Porto venceu com justiça o jogo da terceira jornada do Grupo L da Liga Europa por 1-3 e André Villas-Boas disse que a equipa ultrapassou o desafio com qualidade.

"As dificuldades estão sempre a crescer. A nossa conversa ao intervalo foi no sentido da entreajuda e espírito de sacrifício, só com isso chegaríamos à vitória, e chegamos até lá com qualidade", disse André Villas-Boas, em conferência de imprensa de rescaldo da vitória por 1-3 sobre o Besiktas.

O treinador dos azuis e brancos, que a dada altura do encontro viu a sua equipa reduzida a nove jogadores, falou do espírito de sacrifício a que o FC Porto esteve sujeito.

"A qualidade dos jogadores fez a diferença. Espreitamos a oportunidade e chegamos ao 2-0 e 3-0 e com isso acabar com a partida."

"Há mérito do FC Porto na segunda parte", acrescentou.

André Villas-Boas disse ainda que o FC Porto foi prejudicado pela arbitragem, por falta sobre Falcao na grande área, no final da primeira parte. "Foi demasiado evidente mas vou esperar pela próxima conferência de imprensa para analisar", disse a sorrir, lembrando-se que aconteceu em Guimarães.

Por fim, o jovem técnico deixou outra palavra de apreço aos jogadores azuis e brancos pela forma como se comportaram debaixo do inferno turco.

O FC Porto venceu, esta quinta-feira, o Besiktas da Turquia por 1-3, com golos de Falcao e Hulk (2), em encontro da terceira jornada do Grupo L da Liga Europa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.