O Ministro do Interior francês Manuel Valls anunciou esta terça-feira que foi cancelada a apresentação do troféu de campeões da liga francesa de futebol do Paris-Saint Germain na Câmara Municipal da capital francesa, por razões de segurança.

Na sequência dos confrontos que ocorreram na passada terça-feira entre adeptos “ultras” do PSG e forças policiais parisienses, que motivaram o fim prematuro das celebrações da equipa, Manuel Valls acredita não existirem condições para se realizar uma nova a apresentação pública do troféu já na próxima quarta-feira tal como estava previsto.

«Qualquer demonstração da equipa do Paris-Saint Germain em lugares públicos, nas horas que se seguem, não é obviamente possível», afirmou Valls à rádio francesa Europe 1, apelando a que exista uma «punição exemplar» para os culpados pelos distúrbios.

A direita francesa insurgiu-se entretanto contra a atuação das forças policiais durante o evento, pedindo a pronta demissão do ministro Manuel Valls, que consideram ter «subestimado os riscos» de um evento desta magnitude.

O PSG celebrava a conquista do terceiro campeonato na sua história quando, por volta das seis da tarde, adeptos “ultras” iniciaram distúrbios entre a multidão de cerca de 10 mil pessoas reunida na Praça Trocadero, em Paris, que resultaram na detenção de 38 dos adeptos e em 32 pessoas feridas.

A calma só regressou por volta das 21h00 na referida praça, que foi, entretanto, reaberta ao tráfego automóvel, mas os adeptos mais violentos continuaram a enfrentar as forças policiais sobre a ponte que conduz à Torre Eiffel, onde alguns chegaram a saquear um autocarro de turistas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.