Leonardo, diretor desportivo do Paris Saint-Germain, deu alguns detalhes sobre o processo que levou Lionel Messi até Paris, no último mercado de transferências.

Em entrevista ao Canal +, o dirigente não escondeu que existiram contactos com Messi em janeiro deste ano, antes do Barcelona colocar um ponto final na sua história com o argentino.

"Não posso esconder que fizemos contactos antes, mas sempre depois de janeiro, quando faltavam seis meses para o final do seu contrato. Nunca contactamos Messi antes de janeiro de 2021", disse, citado pela RMC Sport.

O dirigente abordou ainda a impressão com que ficou nesses primeiros contactos: Messi queria ficar em Camp Nou.

"Penso que a sua ideia era ficar no Barcelona. (...) Honestamente, era claro que o seu desejo era ficar e talvez terminar a sua carreira lá", notou.

Com o final da ligação de Messi ao Barcelona, o Paris Saint-Germain entrou em cena para levar o argentino para o Parque dos Príncipes.

"Depois a história de Messi com o Barcelona terminou, e nós entrámos em cena. A vontade de vir que ele mostrou motivou-nos a traze-lo. Imaginem um jogador como Messi com a camisola do Paris Saint-Germain, é algo enorme, muito bonito", afirmou, antes de abordar as primeiras impressões que tem tido do jogador.

"Estou a conhece-lo. Ele é muito correto, muito sério e uma pessoa muito concreta", concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.