O treinador Julien Stephan deixou hoje o comando técnico do Rennes, anunciou hoje o nono classificado da Liga francesa de futebol, após uma série de quatro derrotas seguidas e ter conseguido apenas um triunfo em 2021.

O clube agradeceu todos os "resultados excecionais" que Stephan tinha conseguido desde 2018, incluindo uma Taça de França (2019) e a qualificação inédita para a fase de grupos da Liga dos Campeões, conseguida em 2019/20.

Esta época, após somar apenas um ponto na ‘Champions' e ser eliminado na Taça, também os resultados na Ligue 1 têm deixado a desejar, com apenas dois pontos somados nas últimas seis partidas, a última em 26 de fevereiro, ante o Nice (2-1), deixando o clube a 17 pontos de um lugar de apuramento para a Liga Europa e a três do quinto, que apura para a Liga Conferência Europa.

O Rennes, que não vence desde 17 de janeiro, nomeou Philippe Bizeul, até aqui treinador-adjunto, como técnico interino.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.