Após a goleada frente ao Lille, Leonardo Jardim foi instado a comentar as declarações do vice-presidente do clube do principado, Oleg Petrov, que exigiu mais à equipa.

"Começámos a época no último lugar e finalizamos o ano civil no sétimo lugar. Com a qualidade técnica da equipa, temos de fazer mais. Vamos fazer tudo para alcançar os objetivos", afirmou o dirigente, recusando comentar a situação de Leonardo Jardim.

Confrontado com estas palavras, o treinador português admitiu que não sabe se vai continuar no comando técnico do Mónaco em 2020.

"Não sei. Ainda não falei com ninguém nem entendo o porquê de todo este ruído. Depois do jogo, cumprimentei Oleg [Petrov] e ele deu-me os parabéns. Agora é altura de descansar. Alguns adeptos não estão satisfeitos desde que regressei, isso nunca mudou. São os mesmos que há dois anos festejaram. Não estou preocupado com o meu futuro. Adoro o meu trabalho, acabámos de vencer 5-1. É fácil falar comigo, sou direto. Agora é tempo de estar com a família e amigos e de esquecer o futebol", disse Jardim, citado pelo L'Équipe.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.