O Lille desperdiçou hoje a oportunidade de alcançar o Paris Saint-Germain (PSG) no topo da classificação da Liga francesa de futebol ao empatar a um golo em casa do Saint-Étienne, em jogo da 12.ª jornada.

A equipa anfitriã adiantou-se no marcador aos 33 minutos, pelo médio tunisino Wahbi Khazri, de penálti, e o Lille só conseguiu empatar já na segunda parte, aos 65, pelo médio Jonathan Ikone, após um amortecimento com o peito na área por parte do veterano avançado turco Burac Yilmaz, solicitado por um cruzamento do flanco esquerdo do ataque visitante.

Pelo Lille, jogaram todo o encontro Tiago Djaló, que é central de raiz e jogou descaído sobre o flanco direito, e José Fonte, capitão da equipa, enquanto o médio Xeka foi lançado em campo aos 86 minutos, a render o médio gaulês Benjamin André.

O Lille enjeitou assim a possibilidade de se ‘encostar' ao PSG, que cedeu um empate a dois golos na receção ao Bordéus, no sábado, no cimo da tabela classificativa.

Também hoje, o Dijon, último classificado, causou surpresa, ao ir vencer por 3-1, em Nice, cuja equipa acusou quiçá o esforço do jogo de quinta-feira para a Liga Europa frente aos checos do Slavia de Praga.

Pela formação do sul de França foi chamado ao jogo, a partir dos 63 minutos, o internacional português Rony Lopes, que rendeu o médio argelino Hichem Boudaouri.

Por seu lado, Lyon, Montpellier e Mónaco, com um golo do português Gelson Martins, venceram hoje os respetivos encontros na 12.ª jornada.

Além do tento do antigo extremo do Sporting, também o compatriota Pereira Lage abriu caminho, aos 22 minutos, para o triunfo do Angers no reduto do Lens, por 3-1.

A jogar com mais um elemento desde o minuto 69, face à expulsão de Deaux, Gelson Martins marcou o segundo tento dos monegascos, aos 75, depois de Diop (19) ter inaugurado o marcador e antes de Kevin Volland (77) selar o quarto triunfo consecutivo na prova.

Com 23 pontos, o Mónaco ocupa no segundo posto da classificação, partilhado com o Lyon e Montpellier, depois dos triunfos obtidos pelos rivais diante do Reims (3-0) e Lorient (1-0), respetivamente.

Com o guarda-redes internacional português Anthony Lopes na baliza, o Lyon começou a desenhar o resultado pelos pés de Toko Ekambi, aos 22 minutos, que viria a assistir, no segundo tempo, Bruno Guimarães (49), já depois de Moreto Cassama (32), antigo jogador do FC Porto, ter recebido ordem de expulsão.

A grande figura do desafio, Toko Ekambi, foi, novamente, determinante no terceiro golo, ao fazer o último passe para Moussa Dembele, à passagem do minuto 66, fechar a contagem.

Apesar de Savanier ter desperdiçado uma grande penalidade em tempo de compensação da primeira parte (45+2 minutos), o Montpellier conseguiu arrancar o triunfo tangencial na reta final da partida, por intermédio de Petar Skuletic (79).

O campeonato é liderado pelo PSG, com 25 pontos, seguido de um quarteto constituído por Lille, Lyon, Mónaco e Montpellier, todos com 23 pontos, e pelo Marselha, treinado pelo português André Villas-Boas, que ocupa o sexto posto, com 21 pontos, mas com menos dois jogos disputados, o que significa que, se os vencesse, pularia para a liderança, com dois pontos a mais do que os atuais campeões franceses.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.