O Mónaco emitiu hoje um comunicado em que manifesta a total surpresa com o castigo de subtração de três pontos e um jogo à «porta fechada» a cumprir na Liga francesa de futebol e revelou a intenção de recorrer.

O castigo instaurado pela Comissão Disciplinar da Liga Francesa de Futebol Profissional (LFP) ao novo clube de João Moutinho, Ricardo Carvalho, James Rodriguez e Radamel Falcao tem como origem os incidentes com o Le Mans, a 17 de maio, para a II Liga.

Os monegascos consideram a punição de subtração de três pontos, um deles com pena suspensa, e de um jogo à “porta fechada”, que será frente ao Montpellier, a 17 de agosto, «severa» em «comparação com o trabalho realizado nos últimos anos pelo clube».

«O Mónaco sempre condenou veementemente qualquer tipo de violência contra árbitros e o Estádio Louis II sempre foi sinónimo de simpatia e respeito quer pelos adversários quer pelas equipas de arbitragem», refere o comunicado.

Os dirigentes do Mónaco, clube que ascendeu este ano à I Liga francesa, acrescentam que esperam pela decisão final do organismo que tutela o futebol francês para ponderarem a hipótese de recurso.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.