O AS Mónaco, vencedor da Ligue 2 a época passada, é a grande atração da edição 2013/2014 do campeonato francês de futebol, que arranca sexta-feira com o campeão Paris Saint-Germain como principal favorito à revalidação do título.

Com os euros do bilionário russo Dmitry Rybolovlev, os monegascos, treinados pelo italiano Claudio Ranieri, contrataram três grandes “estrelas”, todas ex-portistas, os colombianos Radamel Falcao (ex-Atlético de Madrid) e James Rodriguez e o internacional luso João Moutinho.

Falcao chegou a troco de 60 milhões de euros, enquanto o FC Porto recebeu um total de 70 por James e Moutinho, sendo que ao principado chegaram ainda os experientes Ricardo Carvalho (ex-Real Madrid), também com passado portista, Eric Abidal (ex-FC Barcelona) e Jeremy Toulalan (ex-Málaga).

O AS Mónaco está, assim, à imagem do que foi o Paris SG na época passada, o problema é que tem pela frente um conjunto parisiense ainda mais forte, à custa dos milhões de Nasser al-Khelaifi, que apostou em Laurent Blanc para substituir o italiano Carlo Ancelotti, agora no Real Madrid.

Depois de uma série de contratações sonantes em 2012/2013, o bilionário do Qatar conseguiu manter todas as suas “estrelas”, incluindo o avançado sueco Zlatan Ibrahimovic, melhor marcador da prova, com 30 golos, e o central brasileiro Thiago Silva, assediado pelo FC Barcelona.

Além de segurar os seus maiores triunfos, não incluindo neste lote o “golpe de marketing” David Beckham, que terminou a carreira, o Paris Saint-Germain ainda se reforçou, nomeadamente com a contratação do avançado uruguaio Edinson Cavani, contratado ao Nápoles por 64 milhões de euros.

Cavani, melhor marcador da Série A na época transata, com 29 golos em 34 jogos, promete fazer uma dupla letal com “Ibra", numa equipa à qual também chegou o central brasileiro Marquinhos, proveniente da AS Roma.

Além destes, há ainda Javier Pastore, Lucas Moura, Ezequiel Lavezzi, Thiago Motta, Marco Verratti, Maxwell, Alex ou Salvatore Sirigu, muitas soluções para Blanc.

Com o Paris Saint-Germain e o AS Mónaco, que se defrontam na capital à sexta ronda (21 de setembro) e no principado à 24.ª (08 de fevereiro de 2014), num mundo à parte, os outros clubes nem podem sonhar com o título

Segundo em 2012/2013, o Marselha, de Élie Baup, é um dos mais fortes entre os restantes, juntamente com o Lyon, terceiro, que deverá começar a época com dois portugueses no “onze”, o guarda-redes Anthony Lopes e o lateral direito Miguel Lopes (ex-Sporting).

Numa prova sempre imprevisível, como são exemplos os títulos do Lille em 2010/2011 e do Montpellier em 2011/2012, um outro internacional luso procura afirmação, o avançado Nelson Oliveira, emprestado pelo Benfica ao Rennes.

A representação nacional estende-se ainda ao Lorient, clube em que joga o defesa Pedrinho, que já passou pela Académica.

O campeonato francês arranca na sexta-feira, com a receção do Montpellier ao campeão Paris SG, e prolonga-se até 17 de maio, dia para o qual está agendada a 38.ª jornada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.