O Mónaco foi hoje incapaz de aproveitar a superioridade numérica durante mais de uma hora e evitar a derrota em Guingamp, que pôs fim à inviolabilidade da baliza monegasca na Liga francesa de futebol.

O médio senegalês Moustapha Diallo foi expulso logo aos 21 minutos, mas, nem assim, o Mónaco, comandado por Leonardo Jardim e com Ricardo Carvalho e João Moutinho no ‘onze’, evitou a derrota por 1-0 na 24.ª jornada, selada com um golo de Dorian Lévêque, aos 52 minutos.

O croata Daniel Subasic voltou a sofrer um golo no campeonato, 842 minutos depois de sido batido no recinto do Rennes, na derrota por 2-0, em 29 de novembro de 2014, em jogo da 15.ª jornada, e o Mónaco permanece no quinto lugar, com 40 pontos, menos nove do que o líder Lyon.

No encontro deste domingo, Leonardo Jardim substituiu Ricardo Carvalho, aos 37 minutos, e João Moutinho, aos 58, quando fez entrar Bernardo Silva, sem evitar a semana ‘negra’ do clube, depois do afastamento da final da Taça da Liga, na quarta-feira, frente ao Bastia, no desempate através de grandes penalidades.

A 24.ª ronda do campeonato gaulês prossegue com o jogo entre Nice e Nantes, antes do embate entre o líder Lyon e o Paris Saint-Germain, terceiro classificado com 47 pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.