O Paris Saint-Germain igualou provisoriamente o Montpellier na liderança da Liga francesa de futebol, com 73 pontos, ao vencer hoje por 4-3 em Valenciennes, depois de ter estado a perder por 2-0, na 36.ª jornada.

O PSG teve um início desastrado, ao sofrer dois golos no espaço de quatro minutos, aos 08 e 11, o primeiro pelo camaronês Aboukabar e o segundo por Remi Gomis, mas a reação da equipa parisiense foi tão forte que conseguiu virar o resultado ainda antes do intervalo.

O brasileiro Nenê deu início à reviravolta, ao reduzir à passagem do quarto de hora, outro brasileiro, este ex-FC Barcelona, Maxwell, empatou, aos 40 minutos, e Matuidi pôs a equipa da capital em vantagem, em cima do intervalo.

Na segunda parte, o PSG, que precisava de somar três pontos para manter intactas as aspirações à conquista do título, reforçou a vantagem aos 58 minutos, por Jeremy Menéz, passando a gerir a vantagem sem que a vitória estivesse em causa em algum momento, mesmo quando o Valenciennes reduziu, por Renaud Cohade.

O PSG é líder, pelo menos por horas, e mantém a pressão sobre o Montpellier, que segunda-feira visita o terreno do Rennes, que é o quinto classificado e ambiciona o quarto, ocupado pelo Lyon e que dá acesso à Liga Europa.

De resto, o Rennes pode aproveitar a escorregadela do quarto classificado, o Lyon, que cedeu hoje um empate (1-1) em casa frente ao 18.º classificado, o Brest, para o igualar na tabela classificativa, passando ambos a somar 60 pontos.

Porém, da luta pelo título não está totalmente descartado o atual detentor, o Lille, que recebe segunda-feira o Caen, e caso vença e o Montpellier “tropece” na deslocação ao terreno do Rennes, passará a somar 71 pontos, menos dois apenas do que o duo de líderes, e partirá para as duas últimas jornada com possibilidades de renovar o cetro.

A próxima jornada contempla um jogo escaldante, o Montpellier-Lille, que se disputa no próximo domingo e que pode ser decisivo para a definição do campeão, enquanto o PSG recebe em casa o Rennes.

No outro jogo disputado hoje, o Ajaccio, 16.º classificado não evitou a derrota por 2-1 no terreno do Evian, que é nono, correndo o risco de ser alcançado pelo Auxerre, que está no lugar logo acima da “linha de água” e que recebe o Bordéus, em jogo importante na luta pela manutenção.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.