O Caen foi a primeira equipa a marcar no Parque dos Príncipes, por intermédio de Heurteaux, aos 13 minutos, mas o brasileiro Nenê empataria sete minutos depois.

A equipa anfitriã apenas conseguiu passar para a frente do marcador por Menês (56), reforçando a vantagem, de novo, por Nenê (76).

O defesa Vandam reduziu a oito minutos do final, mas a “estrela” da equipa da capital francesa, o argentino Pastore, repôs a vantagem de dois golos, assinando o seu tento, aos 89 minutos.

O Montpellier, por seu turno, manteve o segundo posto da prova, ao bater o Nantes por 2-0, mas só no segundo tempo apareceram os golos de Giroud (62) e Camara (74).

O Lyon subiu provisoriamente ao terceiro lugar, mercê da vitória, por 2-0, frente ao Saint-Étienne, com golos de Briand (81) e Gourcouff (90), somando agora 23 pontos, mais um do que o Lille, que joga no domingo no terreno do Valenciennes.

O Marselha, por sua vez, regressou às vitórias e subiu do 15.º para o nono lugar, graças ao triunfo pela margem mínima (3-2) no terreno do Dijon, tal como o alcançado pelo Evian, que em casa bateu o Auxerre por 3-1.

Dois golos de Yoan Gouffran, marcados aos 25 e 29 minutos, possibilitaram ao Bordéus amealhar mais três pontos, em casa do Ajaccio.

Por fim, um golo solitário de Touré (4) permitiu ao Brest alcançar uma vitória importante para fugir aos últimos lugares, batendo o Lorient do português Pedrinho, que foi titular.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.